Aconteceu!

Avenida Max Teixeira será interditada para avanço da obra do complexo viário do Manoa


A avenida Max Teixeira, na zona Norte, será interditada no sentido bairro/Centro, no trecho entre as avenidas Atroaris e Francisco Queiroz, durante dois finais de semana consecutivos (1 e 2, 8 e 9 de agosto), e linhas de ônibus também precisarão ser desviadas. A interdição é necessária para a implantação de vigas pré-moldadas no complexo viário Professora Isabel Victoria, em construção pela Prefeitura de Manaus na entrada do conjunto Manoa.

“Há um mês, entregamos o complexo viário da Constantino Nery e, em outubro, também entregaremos mais essa grande e importante obra de mobilidade urbana. Apesar da pandemia, seguimos firme no nosso projeto de fechar este último ano de mandato da mesma maneira que iniciamos: com a entrega de muitas obras e realizações”, disse o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

No sábado, 1º/8, a interdição na Max Teixeira terá início às 13h e se estenderá até as 19h. No dia seguinte, domingo, 2/8, os trabalhos serão iniciados às 7h e se estenderão até as 19h. Nos dias 8 e 9, sábado e domingo seguintes, as interdições serão realizadas nos mesmos horários. 

Durante os dias de interdição, o trânsito na avenida Max Teixeira - da avenida Atroaris até a Francisco Queiroz - terá fluxo apenas para acesso local, pela via lateral à pista principal, que ficará em contrafluxo.

O condutor terá três opções de desvios: seguir pela Noel Nutels, entrando à direita na avenida Atroaris até a rua Professor Manoel Belém e, assim, chegar na avenida Francisco Queiroz e voltar para Max Teixeira. Outra opção é acessar a avenida Guaranás, em direção à Baixada Fluminense, entrar à direita na rua Fênix e alcançar a avenida Governador José Lindoso (conhecida como avenida das Torres), para seguir em direção ao Centro. A terceira alternativa é fazer o retorno na avenida Noel Nutels, no sentido T3 e, assim, acessar à direita em direção à avenida Timbiras, seguindo em direção à avenida das Torres.

Linhas de ônibus

Em virtude das interdições, linhas do transporte coletivo que trafegam nas avenidas Max Teixeira e Francisco Queiroz e vias adjacentes também sofrerão alterações no trecho. As linhas 301, 315, 317, 328 e 443, no sentido Centro/bairro, ficam normal até a avenida Max Teixeira e segue na avenida Noel Nutels, a partir de onde pegam a avenida Atroaris e rua Professor Manoel Belém, de onde seguem seus itinerários normais.

Em relação às linhas 014, 028, 031, 033, 038, 059, 319, 414, 450, 641, 300, 357, 448, 640, no sentido bairro/Centro, essas seguem o itinerário normal até a avenida Noel Nutels e pegam à direita na avenida Atroaris. Em seguida, as linhas seguem pela rua Professor Manoel Belém, avenida Francisco Queiroz e retomam à avenida Noel Nutels de onde seguem os itinerários normais.

As linhas 032, 034, 051, 304, no sentido Terminal 3 para o Conjunto Manoa, também sofrerão alterações. Elas seguem normal até a avenida Noel Nutels e, em seguida, pegam à direita na avenida Atroaris, rua Prof. Manoel Belém e avenida Francisco Queiroz, seguindo os itinerários habituais.

Por fim, a linha 056 também será alterada no sentido Terminal 3/Manoa. A linha fica normal até a avenida Noel Nutels, então dobrará à direita na avenida Atroaris e segue pela rua Professor Manoel Belém, avenida Francisco Queiroz, rua Profa. Emília Grana, rua Dom Ronaldo de Seixas, rua E, rua A5, rua A7, rua 15, rua 17, ruaespelho das Águas, rua 21, rua Araracruz, rua 23, rua Prof. Manoel Belém, avenida Atroaris, avenida Noel Nutels e, seguida, prossegue no itinerário normal.

Complexo viário

Com mais de 70% da obra executada, o novo complexo viário Professora Isabel Victoria, na entrada do conjunto Manoa, entra em uma nova fase da construção, com a implantação das 14 vigas longarinas que darão a sustentação do tabuleiro do viaduto. O novo equipamento viário concluiu a etapa de fundação, com a fixação de 27 pilares, que serão a base de mais nove vigas-travessas, formando a parte superior da estrutura. Com as vigas pré-moldadas, o viaduto já terá sua estrutura identificada e, na sequência, os serviços serão de implantação do tabuleiro, laje e, por fim, o pavimento da área.

A entrega do complexo viário do Manoa está prevista para outubro deste ano. Com uma área de abrangência de 283 mil metros quadrados, o complexo é composto por um viaduto, que transpassará por cima de uma rotatória, e um sistema binário de tráfego na área dos bairros Mundo Novo e Cidade Nova. A obra é executada pelo consórcio formado pelas empresas JNasser Engenharia Ltda. e Construtora Soma Ltda., vencedoras do processo licitatório.

Nenhum comentário