Aconteceu!

Governo do Amazonas repassa em torno de R$ 3,3 milhões para a rede complementar de assistência social


O Governo do Amazonas, por intermédio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), repassou esta semana R$ 3.297.598,66 para 11 Organizações da Sociedade Civil (OSC’s) que atuam na rede complementar do Sistema Único de Assistência Social (Suas). O aporte garante a continuidade de 22 projetos por mais nove meses e o atendimento a pessoas com direitos violados e em situação de risco pessoal e social. 

A liberação desses recursos foi anunciada, nesta quarta-feira (15/07), na sede do Núcleo de Assistência à Criança e à Família em Situação de Risco Social (Nacer), no Parque Dez, pela secretária titular da Seas,  Maricília Costa. O impacto social é significativo, uma vez que irá beneficiar 1.030 usuários e suas famílias, que terão sua proteção integral garantida. As entidades contempladas desenvolvem projetos na Proteção Social Especial (PSE), executando serviços de média e alta complexidade.

A titular da Seas destaca que, considerando os danos causados pela Covid-19 nos segmentos mais vulneráveis da população, esse apoio determinado pelo governador Wilson Lima revela-se fundamental para a garantia de direitos de idosos, mulheres, adultos, adolescentes e crianças.

“Nesse contexto de pandemia, não tivemos condições de lançar um novo edital e se não houvesse o aporte financeiro para as OSC’s, possibilitando aditivar esses projetos, muitas crianças, adolescentes e idosos ficariam desassistidos. Além do amparo legal, é preciso considerar a sensibilização do Governo do Amazonas em garantir a proteção dessas pessoas atendidas”, destacou Maricília Costa.

 A secretária executiva Michelle Bessa informou que, até o final de agosto, o valor dos repasses para as OSC’s que desenvolvem trabalhos socioassistenciais pela Rede Acolher vai superar a casa dos R$ 5 milhões. Os recursos disponibilizados são investidos na rede complementar de assistência social, com a oferta de serviços de abordagem, acolhimento institucional e atendimento à população em situação de rua.

Essencial – A diretora do Lar Batista Janell Doyle, Magaly Araújo, considerou o aporte financeiro do Governo do Amazonas como fundamental para a continuidade dos serviços oferecidos por todas as entidades da Rede Acolher de assistência social no Amazonas.

“Esse fomento feito pelo Governo através da Seas é a única possibilidade que nós temos realmente do sustento das organizações porque nós recebemos bastante doação da comunidade e da sociedade de Manaus, mas não em recurso financeiro suficiente para ter a equipe de técnicos e de cuidadores, então, esse fomento é essencial para a continuação das OSC’s. A gente realmente não consegue manter a casa se não houver o fomento do Estado”, exaltou Magaly Araújo.

Média complexidade - A Seas fomenta entidades que desenvolvem projetos na oferta de serviços de abordagem social e atendimento a pessoas em situação de rua, atuando na identificação desse público. Posteriormente, promove o desenvolvimento das potencialidades desses indivíduos para que superem as situações de risco pessoal e social vivenciadas num contexto de violação de direitos.

Alta complexidade – A secretaria também apoia iniciativas de acolhimento na modalidade ‘casa lar’, que são direcionadas a crianças e idosos, e também projetos de acolhimento institucional que abrangem crianças, adolescentes, homens e idosos. São serviços direcionados para a garantia da proteção integral (moradia, alimentação, higienização e trabalho protegido) e para indivíduos que se encontram em situação de violação de direitos.

Lista de entidades beneficiadas

1 – Associação Beneficente O Pequeno Nazareno -  R$ 354.068,13 

 2 – Associação de Apoio às Mulheres Portadoras de Câncer - R$ 326.844,18

3 – Associação de Mulheres Ribeirinhas Casa de Sara – R$ 201.436,00

4 – Associação Educacional e Beneficente Pão da Vida - R$ 477.124,50

5 – Associação Philippe Sócias da Comunidade Nova Aliança – R$ 176.563,75

6 – Inspetoria Laura Vicuña   - R$326.844,18

7 – Inspetoria Santa Terezinha - R$ 150.280,39

8 – Lar Batista Janell Doyle- R$ 480.468,78

9 – Movimento Comunitário Vida e Esperança –R$ 150.280,39

10 – O Coração do Pai - Iranduba - R$ 326.844,18

11 – Sociedade São Vicente de Paulo - R$ 326.844,18

Repasse total: R$ 3.297.598,66

Foto: Miguel Almeida/Seas 

Nenhum comentário