Aconteceu!

Susam fortalece políticas nacionais de educação permanente em saúde e humanização nas maternidades



A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) realizou, nesta quinta-feira (16/07), a terceira “Oficina de Implantação/Fortalecimento dos Núcleos de Educação Permanente em Saúde e Humanização (NEPSHUs)”. A formação foi promovida com o objetivo de fortalecimento das políticas nacionais nas maternidades.

Para a coordenadora, as oficinas potencializam o resultado para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), para cada segmento. As duas primeiras oficinas foram direcionadas para Centros de Atenção Integral à Saúde da Criança (Caics), Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimis) e policlínicas, além de hospitais.

De acordo com a coordenadora do Núcleo Estadual de Humanização, Ana Karla Pimenta, a partir da implantação dessas políticas, os profissionais de saúde ofertam assistência humanizada, além de discutir as melhorias das fragilidades. “Então a gente sabe que se a gente junta duas políticas potentes, o resultado vai ser muito mais satisfatório”, disse.

O chefe do Departamento Gestão de Recursos Humanos (DGRH), Gilberson Barbosa, destaca a importância de se compartilhar experiências exitosas entre os núcleos. “A partir desse ponto, nós poderemos melhorar o serviço que já acontece nas unidades, entendendo os conceitos básicos e pensando em compartilhar o conhecimento através da integração de ensino e serviço”, afirmou.

Segundo a coordenadora de ensino e pesquisa do Instituto da Mulher Dona Lindu (IMDL), Janaína Braga, a oficina aproxima a gestão e recursos humanos da Susam com os núcleos das unidades. “A gente se sente mais fortalecido para no nosso trabalho do dia a dia, colocar em prática todas as ações de educação permanente de ensino e pesquisa”, destacou.

A servidora do IMDL relata que desde o ano passado é realizado estudo de casos clínicos e acolhida aos estagiários como implantação das políticas, buscando melhorar e aproximar as instituições de ensino e a unidade de saúde. 

Política Nacional – A Educação Permanente em Saúde (EPS) é uma estratégia do SUS para a formação e o desenvolvimento dos seus profissionais com a proposta de aprendizagem no trabalho, na qual o aprender e o ensinar são incorporados no cotidiano das unidades.

Já a Política Nacional de Humanização (PNH) efetiva os princípios do SUS no cotidiano das práticas de atenção e gestão, qualificando a saúde pública, incentivando trocas solidárias entre gestores, trabalhadores e usuários.

FOTOS: Rodrigo Santos/Susam

Nenhum comentário