Últimas

Gráfica, oficina e 14 pessoas integravam grupo que roubava carros em Manaus

Oito pessoas que faziam parte de uma quadrilha especializada em roubos de carros, foram presas na manhã dessa terça-feira (2), na Zona Leste. Uma gráfica que também fazia parte do esquema e atuava na falsificação de documentos também foi alvo de três mandados de busca e apreensão.



Segundo a polícia o grupo agia a mando de traficantes que encomendavam os veículos para serem usados em roubos e homicídios. Os envolvidos trabalhavam de forma coordenada, enquanto parte executava os roubos, outra cuidava de clonar e adulterar as placas de veículos.

Há ainda aqueles que cuidavam da documentação falsa e os que ficavam responsáveis por movimentar os carros de estacionamentos para garantir que eles não tinham rastreadores.

Para isso, eles eram deixados em estacionamentos de supermercados, hospitais e UBSs. Após passarem nos testes e serem adulterados, eles eram entregues aos “ clientes”:

“Os veículos eram encomendados por pessoas vinculadas ao tráfico de drogas. Um núcleo operacional executava as ações criminosas dos roubos, oportunidade em que os veículos eram repassados a adulteradores para clonar sinais automotores e em seguida para destiná-los para o interior e para integrantes de facção criminosa da capital”, explica o secretário da SSP, Louismar Bonates.

A maioria era abordada ao chegar ou sair de casa e era atacada com violência pelos bandidos. Durante a Operação Cetros, a polícia também identificou duas oficinas que eram usadas no processo de clonagem. Em uma delas foi constatado a prática de desmanches de carros.

De acordo com a polícia, a organização criminosa já fez mais de 80 vítimas na capital, as buscas por outros seis membros do esquema continuam. Alguns veículos foram recuperados e devem ser entregues aos proprietários.

Nenhum comentário