Últimas

Perrengue chique: Herdeira diz que choraria se tivesse menos de US$ 1 milhão na conta



Saffron Drewitt-Barlow, que ficou famosa por ser a primeira filha de um casal homossexual no Reino Unido, diz que não saberia viver longe da vida luxuosa que curte atualmente. Ao jornal "The Sun", ela disse que ficaria muito triste se visse qualquer cifra menor do que US$ 1 milhão - equivalente a mais de R$ 6 milhões - em sua conta bancária.


Eu não me sinto confortável em dizer quanto tenho no banco, mas é muita coisa. Qualquer coisa menor do que US$ 1 milhão é tipo: 'Ai po**a'. Não poderia deixar tão baixo, eu choraria", declarou ela.




Saffron sempre foi criada em meio ao luxo. Além de ter crescido recebendo uma mesada no valor de US$ 5 mil — mais de R$ 28 mil — para "coisas essenciais", ela possui um cartão de crédito sem limite. 


Seus pais, Barrie e Tony, são empresários milionários. "Obviamente tudo que eu pedia eu ganhava, então, [a mesada] era mais para o essencial. 


Eu costumava ir ao shopping e gastar assim que eu entrava em uma loja da Juicy Couture. Em alguns minutos, dava US$ 10 mil. Gastava minha mesada assim. 


Não importava porque eu tinha meu cartão também. Eu podia gastar o que quer que eu quisesse e meus pais pagavam", relatou.


Hoje com 21 anos, os gastos não pararam. Recentemente, ela realizou uma cirurgia plástica no valor de US$ 100 mil e diz que curte usar seu dinheiro em áreas VIPs de baladas, bebidas e férias. 


Fico na mansão da minha família em Tampa, na Flórida, mas eu vou de jato a Las Vegas ou Los Angeles quando quero sair. Quando não tinha covid, eu trazia meus amigos da Inglaterra. Vegas é onde gasto mais dinheiro, as áreas VIPs podem ser US$ 20 mil por si só. Nos hotéis normalmente pegamos uma cabana para fazer festas na piscina, aí pode custar US$ 50 mil dependendo de quão próximos dos DJs ficamos"...






Fonte: uol.com.br/

Nenhum comentário