Últimas

Suspeitos de matar menina de 8 anos durante assalto são presos em Manaus

Três suspeitos no envolvimento da morte de Lohanny Remijo Nascimento, de 8 anos, foram presos na manhã desta terça-feira (16). Dois deles já estavam detidos, o terceiro se apresentou na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) acompanhado de um advogado.


De acordo com a polícia, Jordan dos Santos Vaz, 21, e Emerson Leão Gonçalves, 24, já estavam detidos, e hoje, por volta das 9h da manhã, Wilhames Felipe Teixeira, de 28 anos, se entregou na presença do advogado e familiares.

Segundo o delegado Charles Araújo, titular da (DEHS), durante o depoimento dos envolvidos, o trio relata ter um quarto suspeito no crime, que seria o autor dos disparos que tirou a vida da menina e deixou o padrasto ferido. Até o momento, a linha de investigação não aponta vestígios de um outro envolvido.

“As investigações apontam somente os três nesta ação criminosa. Outra coisa que temos que esclarecer é sobre um homem que foi morto e encontrado com uma placa com dizer de que ele seria o autor da morte da menina. Mas o que estamos apurando é que esses três presos de hoje podem ter envolvimento com a morte deste homem, pois eles podem ter tentado ludibriar a polícia, mas isso também está sendo apurado”, comentou.

O detido na manhã de hoje, Wilhames, é um dos homens que aparecem no vídeo do Hospital Platão Araújo, em busca de atendimento médico ao parceiro que levou uma facada no pescoço durante o assalto.

Relembre o crime


Três homens chegaram em uma motocicleta, modelo Honda/XRE 300, de cor vermelha, para assaltar a casa onde residia a pequena Lohanny Nascimento.

Ao perceber a situação, os moradores da área reagiram contra os assaltantes e atacaram vários objetos contra eles. Um dos criminosos foi atingido com um corte no pescoço e na costela.

Um dos assaltantes conseguiu fugir, mas voltou para resgatar o comparsa e efetuou vários disparos contra os moradores, dois acertaram Lohanny, um no tórax e outro na mão.

Lohanny não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O padrasto da vítima, Rubens Cardoso de Souza, 25, foi baleado nas costas, mas ele seguiu para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Dr. Platão Araújo, na Zona Leste de Manaus.




Nenhum comentário