Últimas

Ação 'Pronta Resposta' da SSP-AM fiscaliza depósito e detém mulher por crime ambiental

 

Ela foi levada ao 6º DIP, onde assinou Termo Circunstanciado de Ocorrência

Após denúncia recebida pelo site da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), informando sobre o funcionamento de um depósito de material reciclado clandestino, a ação “Pronta Resposta” efetuou a detenção de uma mulher por crime ambiental. A ação aconteceu na tarde da última sexta-feira (16/04) e foi deflagrada no conjunto Vila Nova, bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus, por policiais militares do Comando de Policiamento Ambiental (CPAMB).


De acordo com os policiais, a denúncia informava que, no local, havia coleta clandestina de sucatas, tampas de esgoto e latinhas de cerveja, gerando um acúmulo irregular de material reciclável na residência. Durante a vistoria, foi solicitado da proprietária a licença ambiental para que o local funcionasse como depósito, mas a mulher afirmou que não possuía.

Ela foi levada ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime ambiental. Os policiais militares do CPAMB alertam que construir, reformar, ampliar, instalar ou fazer funcionar, em qualquer parte do território nacional, estabelecimentos, obras ou serviços potencialmente poluidores, sem licença ou autorização dos órgãos ambientais competentes, ou contrariando as normas legais e regulamentares pertinentes, é crime previsto no Art. 60 da Lei n° 9.605 de crimes ambietais.


Denúncias – Com a ação “Pronta Resposta”, o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, amplia a verificação de denúncias feitas pela população aos serviços do órgão pelo telefone 181, ou pelo site da SSP: www.ssp.am.gov.br.


O disque-denúncia 181 funciona 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana, em todo o estado. As ligações são gratuitas e sigilosas.


Outra forma de repassar informações é por meio do site da SSP, no www.ssp.am.gov.br. No serviço de mensagem, o cidadão deve relatar o nome da rua, bairro e número do local onde ocorre o crime. Se possível, fornecendo nome ou apelido de pessoas suspeitas de atividades criminosas. É possível, ainda, adicionar fotografias e vídeos na denúncia, que também é sigilosa.


Para acionamentos emergenciais da polícia, a população deve ligar para o telefone 190.


FOTOS: Divulgação / PMAM.

 


Nenhum comentário