Últimas

Criança deixa hospital no dia do aniversário após dois anos de internação

 

Brenda estava internada no Icam, desde que saiu da maternidade em 2019

Emoção e alegria marcaram a desospitalização de Brenda Lucia Pinto Gemaque, do Instituto da Criança do Amazonas (ICAM). A alta hospitalar aconteceu nesta quinta-feira (08/04), dia do aniversário de dois anos da paciente que está internada na unidade desde que deixou a maternidade em 2019. 

A menina nasceu com Síndrome de West, uma epilepsia caracterizada por movimentos súbitos, similares a sustos, que causa regressão do desenvolvimento neuropsicomotor. 

De acordo com o pai de Brenda, Raimundo Lúcio, a síndrome foi identificada após o parto e logo a criança foi transferida para o tratamento na Unidade de Terapia Semi-intensiva do Icam. “Desde que ela nasceu nunca pudemos levá-la para casa, porque ela deixou a maternidade e veio direto para o Icam para fazer o tratamento”, lembrou.

Nova fase - Para os pais, deixar o hospital é um momento muito esperado, mas cercado de apreensão, mesmo preparados, há meses, pela equipe do Programa “Melhor em Casa” e do hospital, para cuidar da filha em casa.


O tratamento não foi fácil, mas valeu a pena. A gente esperava por esse momento para ir para casa, mas confesso que estou um pouco nervosa, porque eu aprendi alguma coisa para fisioterapia e vou saber cuidar bem dela em casa”, destacou a mãe de Brenda, Fátima Pinto de Souza. 

Emoção - Durante a despedida, médicos, fisioterapeutas, psicólogos e equipe de enfermagem se emocionaram por realizar mais uma desospitalização de pacientes. 


A desospitalização antes não era possível, porque o paciente crônico dependente de um respirador, era um morador crônico para sempre do hospital, até contrair uma infecção e infelizmente partir, então estamos dando a oportunidade dessa criança conviver com seus pais, seus irmãos e seu parentes, dar a ela e sua família humanismo”, comemorou o médico pediatra, Luiz Afonso Britto.


Desospitalização - Há um ano o Icam iniciou um programa de altas de pacientes crônicos com longa internação. Nesse período, 12 pacientes foram desospitalizados e encaminhados para tratamento em casa.


Estamos conseguindo devolver esses pacientes aos lares, que já estão adaptados para o tratamento. Em casa elas terão toda assistência de equipamentos que elas têm aqui dentro do hospital”, destacou a diretora do Icam, Silvia Picanço. 

Acompanhamento em casa - Para garantir a desospitalização, Brenda foi incluída no Programa “Melhor em Casa” e recebeu os equipamentos essenciais como BiPAP (respirador mecânico), aspirador, oxímetro, no-break e cama hospitalar, providenciadas pela Secretaria de Estado da saúde (SES-AM), que vão assegurar continuidade do tratamento domiciliar.

Brenda terá acompanhamento três vezes por semana de uma equipe multidisciplinar formada por pediatra, enfermeiro e fisioterapeuta da SES-AM, por meio do Melhor em Casa. Os medicamentos e insumos também serão disponibilizados pelo governo estadual, por meio da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema).


FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM



Nenhum comentário