Últimas

Polícia Civil deflagra operação 'Space Gold' e prende em flagrante homem que comercializava drogas em bolinhos de chocolate

 


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), com apoio do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) e da Receita Federal, deflagrou na tarde de sexta-feira (09/04), a operação ‘Space Gold’, que resultou no cumprimento de um mandado de busca e apreensão e na prisão, em flagrante, de Leandro Queiroz Mendonça, 28, por tráfico de drogas. A ação policial ocorreu no bairro Praça 14 de Janeiro, zona sul de Manaus. 


De acordo com o delegado Paulo Mavignier, titular do Denarc, durante a ação, aproximadamente, 100 unidades de brownie de chocolate alucinógeno, que continham maconha do tipo skunk em seu interior, foram apreendidos. 


Durante coletiva de imprensa, realizada neste sábado (10/04), na sede da Delegacia Geral da Polícia Civil, a delegada-geral Emília Ferraz, mencionou que o público-alvo do homem eram adolescentes, que encomendavam os bolinhos por meio de delivery, sem o conhecimento dos pais, que nunca iriam desconfiar que aquele produto se tratava de uma mistura de doce com entorpecente. 

Conseguimos deter e tirar das ruas mais uma pessoa que estava viciando os jovens ao consumo de drogas. No entanto, as investigações para esse tipo de comércio on-line de entorpecentes irão continuar, para que seja averiguado se há participação de mais alguém neste caso ou se há no estado, outros indivíduos que façam esse tipo de prática”, ressaltou a delegada-geral. 


Conforme Mavignier, as diligências em torno do caso envolvendo Leandro, iniciaram há cerca de um mês, após denúncia anônima, quando a equipe policial tomou conhecimento de que o indivíduo estaria comercializando, por meio de uma rede social fechada, os brownies alucinógenos conhecidos como ‘Space Gold’.  


Após levantamento das informações recebidas, fomos ao endereço de Leandro, momento em que surpreendemos o indivíduo, que estava saindo de sua residência para fazer uma entrega dos bolinhos. Na ocasião, foi feito buscas no imóvel, com auxílio do cão farejador Odin, e mais produtos ilícitos foram encontrados, acondicionados dentro de uma geladeira”, relatou o delegado. 


Segundo a autoridade policial, o homem produzia os brownies alucinógenos na própria casa, entre terça e quarta-feira, e trabalhava diretamente na distribuição no decorrer de quinta-feira, sexta e sábado, em festas clandestinas e nas residências das pessoas que adquiriam os produtos ilícitos.  


O diretor do Denarc disse que os bolinhos custavam entre R$ 30 e R$ 50, e o empresário do crime ainda oferecia um cartão fidelidade aos clientes, que a cada dez bolinhos consumidos o cliente ganhava um, além de oferecer brindes e amostras grátis. 


Procedimentos - O homem foi autuado pelo crime de tráfico de drogas. Após os procedimentos cabíveis no Denarc, ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde irá passar por audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça. 


FOTOS: Erlon Rodrigues/PC-AM. 


Nenhum comentário