Últimas

Manaus enfrenta segunda maior cheia da história

 O nível do Rio Negro atingiu a marca de 29,77 metros, ficando atrás da cheia histórica registrada em 2012, de 29,97 metros

Manaus – A cidade de Manaus enfrenta a segunda maior cheia da história. Nesta quarta-feira (19) o nível do Rio Negro atingiu a marca de 29,77 metros, ficando atrás apenas da cheia histórica registrada em 2012, quando o rio atingiu a cota de 29,97 metros. Os dados são da Casa Militar, da Prefeitura de Manaus.

Faltando apenas 20 centímetros para atingir a marca da maior cheia já registrada, a estimativa do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) prevê que a subida do rio ultrapasse os 30 metros em 2021. A cheia também afeta municípios do interior do Amazonas.

Só em Manaus, 15 bairros foram afetados ao todo. De acordo com os dados da Prefeitura de Manaus, na região urbana os bairros atingidos são: Zona Oeste: Tarumã, São Jorge, Santo Antônio, Glória e Compensa. Zona Sul: Educandos, Raiz, Betânia, Presidente Vargas, Aparecida, Centro, Cachoeirinha e Mauazinho. Zona Leste: Colônia Antônio Aleixo e Puraquequara.

Na região rural ribeirinha os bairros atingidos são: Nova Canaã do Aruau, São Francisco do Aruau, Lindo Amanhecer, São Sebastião do Cuieiras, São Francisco do Chita, Bela Vista do Jaraqui, Nova Jerusalém do Minpidiau, São Sebastião do Tarumã-Mirim, Agrovilla, Cueiras do Tarumã-Açu, Nova Esperança do Apuau, Santa Isabel do Apuau, Nova Aliança do Apuau, União e Progresso, São Francisco do Tabocal, São Raimundo e o assentamento Nazaré.


/


Nenhum comentário