Últimas

Morre, aos 84 anos, diretor da Imprensa Oficial do Amazonas

 Sociólogo deixa um legado de 30 anos dedicados aos boletins oficiais


Manaus – O diretor-técnico da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas, Mário Jorge Corrêa, 84, morreu nesta terça-feira (18), em um hospital particular de Manaus. Sociólogo e pós-graduado em Administração Pública, o gestor completaria, no dia 12 de junho, 30 anos de atuação no órgão amazonense.

Mário Jorge era considerado um dos principais quadros da  Associação Brasileira de Imprensas Oficiais (Abio), à qual esteve associado por 28 anos. Durante sua passagem pela instituição, o decano foi eternizado por suas demonstrações de cordialidade, gentileza e diplomacia. Segundo a Abio, a partida dele representa, sobretudo, a perda de um colaborador alegre, ativo e querido.

Por meio de nota, a Abio manifestou solidariedade à família e aos amigos de Mário Jorge.



O legado

Nascido em Manaus, no dia 2 de janeiro de 1937, Mário Jorge dedicou-se ao jornalismo e à editoração gráfica. No currículo, acumulou experiência como chefe de operações da Rio Gráfica e Editora; supervisor de matérias do jornal O Globo; superintendente dos periódicos A Crítica e Folha Popular; além de membro da Rotary Club Manaus, da qual foi presidente de 2001 a 2002.

Também foi membro da Associação dos Escritores do Amazonas e fundador da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas (Alcear). Atualmente, trabalhava na produção de um livro sobre a origem e a importância dos emblemas no mundo corporativo, com foco no mercado internacional, fruto de anos de trabalho e pesquisas.






Nenhum comentário