Últimas

Bolsonaro disse: 'se eu mexo nisso aí já viu a m**** que vai dar’, diz deputado Luis Miranda na CPI

Em depoimento à CPI da Covid, o deputado Luis Miranda afirmou que o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que “mexer nisso aí já viu a m* que vai dar”, ao ser informado por ele e o irmão, o chefe de importação do Departamento de Logística em Saúde do Ministério da Saúde, Luis Ricardo Miranda, das irregularidades e pressão no contrato da compra da vacina indiana Covaxin.


Luis Miranda disse que ao ouvir a denúncia da boca dos dois irmãos, Jair Bolsonaro deu o nome de um deputado que estaria envolvido com o suposto esquema de desvio e afirmou: “Isso aí ces sabem quem é né? É foda…”.

O presidente teria dito: “Isso aí deve ser coisa de ‘fulano’ [parlamentar que o deputado diz não lembrar o nome]”, segundo Miranda,

E em seguida, o presidente teria afirmado: “Se eu mexo nisso aí já viu a m**** que vai dar’

O deputado Luis Miranda, que foi apoiador de Bolsonaro, disse suas impressões após relatar o depoimento: “Senti que apesar de toda a força que ele [Bolsonaro] demonstra, nesse grupo específico ele deu a entender que não tem força pra combater.”.

Ainda segundo os irmãos Miranda, Bolsonaro informou, na mesma reunião, que iria levar o caso à Polícia Federal, o que não ocorreu. Somente nesta sexta-feira (25) após a explosão do caso, o presidente informou que a PF investigará o acordo do governo na compra da Covaxin. No entanto, o presidente também mandou investigar o seu aliado que levou a denúncia de corrupção a público.

Nenhum comentário