Últimas

Bolsonaro diz ‘cagar’ pra CPI e acusa Omar de desvio de 260 milhões



Nesta quinta-feira (8/7), membros da CPI da COVID protocolaram uma carta, no Palácio do Planalto, para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) responda às acusações feitas pelo deputado Luis Miranda (DEM-DF) sobre suspeitas de corrupção na aquisição da vacina Covaxin. Horas depois, Bolsonaro, em transmissão ao vivo por meio de uma rede social, disse que está “cagando para a CPI”.


"Hoje foi, acho que não sei se foi o Renan [Calheiros], ou o Omar [Aziz], e o 'saltitante', fizeram uma festa lá embaixo, na Presidência entregando um documento para eu responder perguntas à CPI. Vocês sabem qual a minha resposta, pessoal? Caguei. Caguei para a CPI. Não vou responder nada", rebateu o presidente.


No mesmo dia, ao negar as acusações de corrupção já negociação por vacinas, Bolsanar, também disparou que Omar desviou 260 milhões do Estado do Amazonas.


“Só na cabeça de um cara que desvia do seu estado 260 milhões, como o Omar Aziz desviou, é que pode falar isso aí. Só um cara que tem 17 inquéritos por corrupção e lavagem de dinheiro no Supremo, como o Renan Calheiros, faz”, acrescentou.




Nenhum comentário