Últimas

De cantora gospel a traficante 'perigosa e audaz', diz polícia sobre Hello Kitty

 Líder da facção criminosa Comando Vermelho, Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, de 21 anos, a Hello Kitty, era conhecida por ser "perigosa e audaz', pela polícia do Rio de Janeiro. Ela foi morta nesta sexta-feira (16) durante uma operação policial na comunidade carioca Complexo do Salgueiro. 

De acordo com a Folha de São Paulo, a jovem era cantora evangélica, no entanto, decidiu entrar no mundo do crime e s tornou o braço direito do pai, o Alessandro Luiz Viera Moura, o Vinte Anos, apontado pela polícia como chefe do tráfico do Salgueiro. Vinte Anos também morreu na operação.

Nas redes sociais, um internauta relembrou a época em que Hello Kitty se dedicava à religião. “Essa é a Hello Kitty na igreja, fazendo a obra do Senhor. Infelizmente, ela saiu da igreja e agora está no mundo fazendo a obra do mal”.

A criminosa atuou como segurança armada do tráfico. Ela foi presa por tráfico e era suspeita de envolvimento em diversos assaltos na região. 

Nenhum comentário