Últimas

Polícia sai para ocorrência de encontro de cadáver e se depara com mulher nua e se banhando em igarapé da Zona Centro-Sul de Manaus

 A Delegacia de Homicídios, IML, Polícia Militar e até mesmo o Corpo de Bombeiros foram acionados à tarde da última segunda-feira para atender uma ocorrência de encontro de cadáver que estaria boiando margem do igarapé do Mindu, bairro do Parque Dez de Novembro, Zona Centro-Sul de Manaus.


As forças policiais e equipes de apoio fizeram o deslocamento de emergência para o referido local, mas quando todos lá chegaram a surpresa foi a mais inesperada possível e virou rapidamente motivo de muito sorriso: não havia cadáver mas, uma mulher bêbado, despida e se banhando no igarapé.


A mulher de idade calculada em 50 anos aproximadamente, estava nua como veio ao mundo e não gostou nadinha de ver a polícia e os demais representantes de órgãos de apoio à segurança pública atrapalhando o que ela chamou de “meu lazer particular”.


Como não estava cometendo crime algum à mulher mandou que todos fossem embora que ela ainda queria pegar um bom sol para ficar bronzeada e ainda se levantou da praia para ir atrás de uma moita de onde tirou uma garrafinha de bebida alcoólica para tomar uma estimulante dose de cachaça.

 

O corpo da mulher não era lá tão "apreciável", mas o fato dela estar ali, completamente despida e disposta a curtir o ambiente natural, representava para moradores da área e para quem passava por lá, uma cena super engraçada e inesquecível as olhos e às memórias de todos.


Apesar da imprensa em geral gostar muito quando surge um corpo de bandido cheio de bala, amarrado, com facadas e esquartejado, para ilustrar a manchete de cada dia, não deu viagem perdida, porque a mulher despida no igarapé do Mindu, também rendeu manchete bastante engraçado e inusitada.
 

Nenhum comentário