Últimas

Prefeitura libera quarto lote do Auxílio Aluguel para famílias atingidas pela cheia


A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), liberou, nesta quinta-feira, 1°/7, o pagamento do quarto lote do Auxílio Aluguel – Cheia 2021, para 432 famílias atingidas pela subida das águas do rio Negro. A lista com os nomes dos beneficiários pode ser consultada no endereço eletrônico semasc.manaus.am.gov.br/servicocidadao, clicando no ícone “Lista Auxílio Aluguel – Cheia 2021 – 4º Lote”. Ao todo, já são 3.462 famílias que receberam o benefício. No total, 3.776 famílias foram cadastradas em 15 bairros da capital e em comunidades rurais dos rios Negro e Amazonas, por determinação do prefeito David Almeida

 

Cada família terá direito a duas parcelas do benefício, no valor de R$ 300, que será pago por meio de conta social digital Caixa Tem. O beneficiário não precisa se dirigir às agências da Caixa Econômica, bastando consultar a conta pelo aplicativo.

 

Apesar da cheia do rio Negro começar a dar sinais de recuo, ainda temos famílias que necessitam do benefício por conta da subida do rio. Além das famílias contempladas hoje, ainda temos 314 cadastros que apresentaram inconsistências em relação ao CPF dos responsáveis familiares e por isso, nossas equipes estão entrando em contato telefônico ou até mesmo fazendo busca ativa para que essas pessoas se regularizem junto à Receita Federal ou então temos pessoas que a Caixa Econômica não consegue abrir a conta digital”, declarou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.



A previsão é de que o quinto e último lote de beneficiários do Auxílio Aluguel – Cheia 2021 seja liberado até o final da primeira quinzena de julho.

 

2ª parcela do Auxílio Aluguel

 

De acordo com o calendário da Semasc, beneficiários do 1° e 2° lote do Auxílio Aluguel receberão a 2ª parcela do benefício nesta sexta-feira, 2/7. Já os beneficiários do 3° e 4° lote receberão a 2ª parcela no dia 16/7.


Texto - Leonardo Fierro / Semasc

Fotos – Marcely Gomes / Semcom


Nenhum comentário