Últimas

Presidente do Haiti é assassinado a tiros após ter casa invadida

 O presidente do Haiti, Jovenel Moise,  morreu e a mulher dele ficou ferida após terem a residência atacada na madrugada desta quarta-feira (7), em Porto Príncipe, capital do país.


A informação foi dada pelo o primeiro-ministro do país, Claude Joseph por meio de um comunicado oficial. Joseph afirmou que homens armados invadiram o lugar por volta de 1h e atiraram contra o presidente e a esposa. 

Jovenel não resistiu e morreu, já a esposa dele foi socorrida e está internada. O premiê detalhou ainda que alguns dos invasores falavam espanhol. Após a morte do chefe de estado, a Polícia Nacional haitiana e as Forças Armadas do Haiti foram convocadas para reforçar a segurança no país.

O presidente do Haiti já teria sofrido outro atentado em fevereiro deste ano, mas a tentativa de matá-lo foi frustrada na época

Joseph também pediu que a população se mantivesse calma e garantiu que a situação “está sob controle”. O presidente do Haiti já teria sofrido outro atentado em fevereiro deste ano, mas a tentativa de matá-lo foi frustrada na época.

Moise estava no centro de uma polêmica, porque permanecia no cargo mesmo sem o apoio do Legislativo. A casa afirmava que o mandato dele já tinha terminado, mas o presidente teria achado uma “brecha interpretativa” na Constituição, que segundo ele, lhe garantia mais um ano no cargo.

O presidente já tinha anunciado que entregaria a liderança do Haiti em fevereiro de 2022.

Nenhum comentário