Últimas

PC-AM deflagra operação e prende integrantes de organização criminosa por golpe de estelionato


Crime causou prejuízo de R$ 102 mil para a vítima

 




Manaus|AM- A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), deflagrou, ao longo de segunda (20), e terça-feira (21), operação policial que resultou na prisão de Fabrício de Souza Nascimento e Fernando Moreira de Souza, de idades não informadas, por estelionato. A dupla encabeçava uma organização criminosa que promoveu a venda de um carro alugado, com Documento Único de Identificação (DUT) adulterado. O crime causou prejuízo de R$ 102 mil para a vítima.

 

O crime ocorreu no dia 22 de julho deste ano, na avenida Governador José Lindoso, zona centro-sul da capital. A operação aconteceu nos bairros São Francisco e Centro, ambos na zona sul de Manaus.

 

Durante coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (22/09), no prédio da Delegacia Geral, na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, o delegado geral-adjunto da PC-AM, Tarson Yuri Soares, destacou que os policiais civis estão atuantes na resolução de atos criminosos, bem como na segurança da população amazonense.

 

Nesta manhã, temos a satisfação de mais uma vez mostrar o trabalho de excelência desempenhados pelas equipes da DERFV na resolução de crimes e tirando de circulação esses indivíduos”, destacou Tarson Yuri.

 

De acordo com o delegado Aldeney Goes, as investigações iniciaram no mesmo dia do delito, quando a primeira vítima, um homem de 38 anos, compareceu à unidade policial e informou que trabalhava com compra e venda de veículos e tinha, supostamente, caído em um golpe.

 

A vítima teria intermediado a compra de um carro, de marca Jeep, modelo Compass, de cor preta, para uma segunda pessoa, que também foi vítima. Na ocasião, o homem contou que um indivíduo que se identificava apenas como ‘David’, que na verdade era Fernando Moreira de Souza, estava vendendo o veículo”, explicou Goes.

 

Sendo assim, a vítima marcou um encontro com o infrator e, após vistoriar o carro, fechou o negócio. A autoridade policial esclareceu que, no ato da compra, a vítima efetuou uma transferência bancária para a conta de uma terceira pessoa envolvida na organização criminosa, identificada como Julia Jossana Lopes Alves.

 

Ao chegar em sua casa, a vítima constatou que o DUT do veículo havia sido alterado e entendeu que havia caído em uma fraude. Durante as investigações, foi identificado que o grupo havia feito esse mesmo procedimento com outros veículos. Nossas diligências continuam em outras vertentes agora com esses outros carros”, salientou Aldeney.

 

Além das prisões de Fabrício e Fernando, ao longo das investigações, os policiais constataram a participação de Arthur Viking Arruda Machado, Julia Jossana Lopes Alves, Mikahakene Reinaldo de Souza, já indiciados pelos delitos.

 

Atuação criminosa  


Anteriormente a esse crime, um indivíduo identificado como Arthur Viking foi até uma locadora de veículos e alugou o carro usado no delito. Na ocasião, Arthur estava acompanhado de Fabrício e Mikahakene Reinaldo, que modificaram o DUT do veículo e fizeram a venda.

 

“Esse grupo recruta pessoas que recebem de R$ 500 a R$ 1,5 mil, apenas para retirar os carros das concessionárias e entregá-los a eles, que adulteram a placa e revendem o automóvel, inclusive com as documentações falsas”, disse o delegado.

 

Goes informou que o valor do golpe seria repartido entre os cinco envolvidos e mais um identificado somente como André, que já está sendo investigado. A autoridade policial afirmou que foi pedida, ainda, a quebra de sigilo bancário e bloqueio de bens em desfavor dos cinco envolvidos devidamente identificados.

 

Procedimentos  


Fabrício e Fernando responderão por estelionato, furto mediante fraude, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, falsificação de documento público e associação criminosa. Eles serão encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT).

 



FOTOS: Mayara Viana/PC-AM

 

Nenhum comentário