Últimas

Governador manda punir policiais que não apoiam Tiradentes em Coari


Coari (AM) - Wilson Lima (PSC) não está nem aí para a justiça e já extrapolou todos os limites do abuso de poder para tomar a prefeitura de Coari na marra. O ato mais recente foi a de determinar a punição de qualquer policial que não esteja alinhado aos abusos cometidos na cidade em favor da candidatura de Robson Tiradentes (PSC), candidato do governador.


Os policiais militares William Mendonça de Souza e Rone Enderson Cavalcante de Freitas estão sendo obrigados a esse afastar da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, onde exerciam os cargos de secretário e sub-secretário. Um será transferido para um presídio e o outro transferido para outro município.


Não bastasse isto, a crueldade dos abusos também alcançou a 1º Sargento Francisca Regia Maia Alfaia, que é mãe e possui família no município e que está sendo transferida para Manaus. Conforme colegas da Sargento ela tem se recusado a usar sua autoridade policial contra os coarienses.




Parte do efetivo destacado até Coari, também já foi retirado do município. E o motivo foi terem intervido na depredação que cabos eleitorais de Robson Tiradentes realizaram na casa do ex-prefeito Adail Pinheiro (Progressistas). Os oficiais realizavam ronda pela cidade quando perceberam a aglomeração na residência de Adail e a tentativa de arrombar o portão. Por terem impedido que o grupo invadisse a residência, todos os policiais que agiram no cumprimento do dever foram penalizados.


Policiais desrespeitados em Coari 


As condições de trabalho dos policiais enviados para Coari é deplorável. Obrigados a se hospedar em uma escola estadual, em meio aos alunos, chegam a usar mesas para não deitar no chão.


Estamos aqui para realizar um sonho maluco do comandante Norte. E quem tá pagando por isso somos nós”, disse um dos policiais que não quis se identificar temendo mais represálias.

Nenhum comentário