Últimas

Empresário sócio de Boate em Manaus aplica Golpe da passagem aérea



O empresário Vitor Brelaz sócio da Boate AugustaHaus em Manaus está sendo procurado pela policia. Ele é acusado d de lesar pessoas e empresas de turismo por meio da venda fraudulenta de passagens aéreas.


Somente em Manaus duas pessoas já procuraram a polícia, para denunciar o acusado. Vitor seria sócio do pai dele na Boate LGBTQI+ AugustaHaus o também empresário Neto Brelaz

O suspeito natural de Manaus se apresentava como um comprador individual de passagens aéreas que, por meio de pontos de milhagem nas empresas do ramo, conseguia obter preços muito inferiores aos cobrados diretamente do consumidor sem auxílio dos pontos. Ele na base do “boca a boca”, a própria família e amigos do acusado acabavam recomendando a conhecidos que, depois de conseguirem as passagens e viajarem pelo Brasil sem problemas, acabavam recomendando a outros, porem é que ela aplica




O Golpe


O fraudador conseguia – por meio de funcionários das empresas ou de invasão de computadores – dados cadastrais das empresas denominadas “consolidadoras” no ramo do turismo, aquelas que fazem o intermédio entre as pequenas agências de viagem e as grandes empresas aéreas para obter no mercado, via pagamento de caução, preços mais módicos nos bilhetes.


Como cada empresa funciona atualmente na base de informações e transações realizadas por contas de e-mails cadastradas em grandes provedores, o golpista – com base nas informações já colhidas, como os respectivos contratos sociais e logins dos representantes legais – entrava em contato com os provedores de e-mail para alegar que precisava trocar a senha da conta.


Ele se passava pelo representante legal da empresa por deter informações como as constantes dos contratos sociais e acabava conseguindo uma nova senha para acessar livremente os e-mails das consolidadoras. Segundo policiais isso é um golpe bem complexo, mas ele conseguia. Essa semana duas vitimas do “Golpe” após não conseguirem embarcar, procuraram Vitor Brelaz, mas esse bloqueou as vitimas e desapareceu.



NOTA DE ESCLARECIMENTO


Vimos por meio desta esclarecer que a matéria “Empresário dono da boate em Manaus aplica golpe da passagem aérea” está repleta de incongruências em suas informações.

Informamos que a Augusta Haus possui apenas um proprietário e que o acusado Vitor Brelaz não possuem nenhuma relação empresarial com nosso empreendimento, que sempre se guiou pela ética e seriedade em suas ações. Ao mesmo tempo que esclarecemos, solicitamos a retratação e a veiculação da verdade, informando ainda, que o acusado  não tem nenhuma relação com o proprietário da Augusta, que se mantém a disposição, para qualquer esclarecimento.

Nenhum comentário