Últimas

Vereador Rodrigo Guedes vota contra aumento do cotão de R$ 18 mil para R$ 33 mil


A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou, nesta terça-feira, 15/12, o aumento da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP) para 75% do valor conferido aos deputados estaduais do Amazonas, que é de  R$ 44.114,74. A mudança, proposta por meio do Projeto de Lei nº 673/2021, resultou em um aumento de R$ 18 mil para R$ 33.086,05 à disposição dos parlamentares do legislativo municipal.

 

Durante a discussão e votação do projeto, o vereador Rodrigo Guedes (PSC), junto aos vereadores Carpê Andrade (Republicanos) e Raiff Matos (DC), foram os únicos a votar contra o referido aumento, no caso do Vereador Amon Mandel, ele não faz uso do referido Cotão. Além do diferencial no valor total da verba, outra mudança foi de que cada gabinete poderá alocar até 45 assessores parlamentares, 10 a mais do que atualmente é permitido. 

 

Soube que esse projeto iria ser votado pouco antes de se iniciar a sessão, registrei meu voto contrário, que condiz com minha prática de atuação. Fiz um levantamento do uso da CEAP neste ano e fora o vereador Amom, que não usa, eu fui o vereador que menos usou a verba neste ano. Acho que nós não deveríamos aumentar o valor da CEAP, acredito que neste momento, por mais que haja qualquer argumentação legal, a leitura que a população faz é muito ruim”, disse.

 

Nós ainda sofremos muitos efeitos econômicos destes quase dois anos de pandemia, a crise, a população passa muita necessidade, desemprego, muita fome, miséria. Nós temos que mostrar solidariedade ao povo, temos que ser justos, votei contrário ao aumento e continuarei usando a verba de forma mais moderada possível”, afirmou o parlamentar.


Texto: Déborah Arruda - Assessoria de Comunicação do vereador

Foto: Michell Mello

Nenhum comentário