Últimas

Vídeo: professor usa fantasia que remete à Ku Klux Klan em escola estadual e gera revolta

Um professor está causando polêmica por ter usado uma roupa que remete à Ku Klux Klan (KKK) no concurso de fantasias da escola em que trabalha. KKK é grupo extremista que defende a supremacia branca e dissemina o racismo.

O concurso ocorreu no dia 8 de dezembro, mas já deu tanto o que falar que agora é um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, diante da possível relação da fantasia com a KKK. A escola é estadual Amaral Wagner, em Santo André, em São Paulo.

“O caso foi registrado na unidade escolar e encaminhado a diretoria de ensino, órgão responsável por cuidar de casos ocorridos nas escolas estaduais e que pode tomar medidas a respeito do ocorrido. Afirmamos que tanto a escola quanto o Grêmio e a Atlética tomaram todas as medidas que estavam ao seu alcance, incluindo, conforme dito anteriormente, prestar esclarecimentos e se retratar com os alunos presentes no dia através de seus representantes de classe”, informa o comunicado  feito pelo Grêmio Estudantil e pela Atlética da instituição.

A Seduc-SP (Secretaria de Educação de São Paulo)  disse em nota que “abriu apuração preliminar e iniciou os trâmites para afastamento imediato do professor envolvido, que é efetivo, até o término da apuração.” . A secretaria ainda ressaltou que “não admite qualquer forma de discriminação e injúria racial”.

 O docente foi afastado

Com informações O Globo 

Nenhum comentário