Últimas

Mulher é brutalmente assassinada a tiros e golpes de marreta pelo ex-marido



Um crime bárbaro chocou o Rio de Janeiro. Uma mulher identificada como Bruna Araújo Carvalho, de 27 anos, foi assassinada a tiros e golpes de marreta pelo ex-marido na manhã desta quinta-feira (13), na rua Renato Girandi, no bairro do Rio do Ouro, em São Gonçalo, RJ.


O ex-marido, identificado como Aroldo e conhecido também como ‘Marola’, não aceitava o fim da relação com Bruna, que trabalhava como orientadora de trânsito da Prefeitura de Maricá. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI).


Segundo as primeiras informações, Bruna teria apeoveitado seu dia de folga para retirar alguns de seus pertences que ainda estavam na casa do ex-marido. Ela foi acompanhada com o tio e a filha adolescente. O casal teria tido uma discussão no local e ele disparou duas vezes contra a vítima. Embora ferida, Bruna tentou fugir para o quintal da casa, mas foi alcançada por Aroldo, que a golpeou com uma marreta.


Após o crime, Aroldo roubou um carro próximo de sua casa e dirigiu até a ponte Rio-Niterói para se suicidar. Aroldo se jogou da Ponte e foi resgatado por agentes da GMar, do Corpo de Bombeiros, na praia da Moreninha. Em seguida foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar em estado grave, mas não resistiu e morreu.


A Polícia Militar foi acionada e dirigiu-se ao local do crime. Ao chegar no local, vizinhos informaram que um homem havia matado uma mulher com golpes de marreta e tiros e fugido em seguida. Os policiais isolaram a área e uma equipe do Corpo de Bombeiros constatou a morte de Bruna.


Amigos de Bruna estão assustados com o crime. Nas redes sociais, Bruna era apontada como uma pessoa tranquila.



Fonte: Nova Iguaçu 24h 

Nenhum comentário