Últimas

Passageiro deixa aviso em ônibus após homem espirrar: “Não sente-se”

Bilhete foi colado em banco e dizia: "Não sente-se (Covid)”




Um “aviso Covid” foi colado no banco de um ônibus em Praia Grande, no litoral de São Paulo, nessa quarta-feira (12/1). Nele, estava escrito: “Um moço estava espirrando nesses assentos (Covid). Não sente-se (Covid)”.


O cartaz teria sido colado no assento assim que o passageiro desceu do transporte público. O caso repercutiu nas redes sociais.


Em entrevista ao G1, um homem que estava na linha 17 no momento e que preferiu não se identificar conta o que aconteceu: 


“Depois, ele desceu, e uma outra pessoa escreveu isso e colocou no banco, para alertar as outras pessoas, para não sentarem”, explica. O passageiro afirma que havia cerca de dez pessoas no veículo.


“Achei bacana [o aviso]. Mesmo os outros tossindo e tendo sintomas, as pessoas não passam álcool em gel na mão, e as empresas também não fazem a higienização direito, só uma vez por dia, que eu saiba. O cara fez a parte dele, de não sentar no local, e ainda colocou um aviso para alertar as outras pessoas que poderiam, eventualmente, sentar ali e pegar Covid, caso o passageiro tivesse”, declarou.


De acordo com o Leonardo Weissmann, infectologista do Instituto Emílio Ribas e diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia só há problema de sentar naquele local se o passageiro encostar a mão na poltrona que teve contato com uma eventual gotícula de saliva de alguém infectado, e depois levar até alguma mucosa, como o nariz, boca ou o olho.



Font3: Metropoles 

Nenhum comentário