Últimas

No Dia Mundial de Combate ao Câncer, Roberto Cidade destaca lei que cria serviço de atendimento móvel

 


Possibilitar a detecção ainda em estágio inicial em crianças e adolescentes amazonenses é o principal objetivo da Lei nº 5.788, sancionada em janeiro deste ano, que dispõe sobre a criação do Serviço de Atendimento Móvel para a realização do diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil. Autor do projeto que resultou na lei, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV), ressalta a importância do serviço, especialmente no mês em que se celebra o Dia Mundial de Combate ao Câncer (4 de fevereiro) e o Dia Internacional da Luta contra o Câncer na Infância (15 de fevereiro).


O câncer é uma doença que, muitas vezes, só apresenta sintomas quando já está em estágio avançado. Por isso, é necessário que o Poder Público disponibilize todos os meios que possibilitem a realização de exames para o diagnóstico precoce, e o tratamento da doença ainda no início o que traz perspectivas de cura, como este serviço móvel que propusemos”, disse o parlamentar.


Ele destaca que o mês de fevereiro tem duas datas para o alerta do câncer, mas lembra que a conscientização dos vários tipos da doença deve acontecer o ano todo. “Precisamos estar sempre alerta aos sinais e fazer exames regularmente”, alertou.


A lei prevê que o Serviço de Atendimento Móvel deve ser formado por equipe multidisciplinar qualificada e treinada para o diagnóstico do câncer infantojuvenil, incluindo com previsão de coleta de sangue.


Não é esperado que uma doença como o câncer possa atingir alguém com tão pouco tempo de vida. É por isso que muitos pais ficam aflitos quando recebem este tipo de diagnóstico de seus filhos, Felizmente, com os avanços da pesquisa e dos tratamentos, o câncer infantojuvenil – uma das causas de mortes não acidentais mais comuns entre as crianças e adolescentes – já pode ser combatido, quando diagnosticado a tempo.


Emenda parlamentar


Ainda em apoio ao diagnóstico e tratamento do câncer, Roberto Cidade destinou uma de suas emendas parlamentares impositivas para a Fundação Centro de Oncologia do Amazonas (FCecon), que foi executada no ano passado. Os recursos da ordem de R$ 102 mil foram utilizados para a aquisição de 182 itens, distribuídos entre escadas hospitalares, cadeiras de rodas para banho, suportes de soro, poltronas giratórias, bebedouros, bebedouros industriais, extintores de incêndio, suportes para extintor, microcomputadores, suporte para hamper e estetoscópios. Os materiais foram instalados nas Enfermarias, nos serviços de Quimioterapia e Radioterapia, no Ambulatório, no Serviço de Pronto-Atendimento e na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da FCecon.


Fiquei muito feliz de poder dar minha contribuição para o trabalho realizado na Fundação Cecon, hospital de referência na região para o tratamento do câncer”, afirmou.


Nenhum comentário