Últimas

Após acidente com paraquedistas, Confederação suspende saltos no Aeroclube por 30 dias


De acordo com a portaria da CBPq, a decisão ocorre até a finalização do Relatório de Investigação do Acidente - RELIA.



Após o incidente em que paraquedistas foram levados por uma ventania durante um salto no Aeroclube de Manaus,no dia 15 de abril, a Confederação Brasileira de Paraquedismo (CBPq) determinou a suspensão temporária das atividades de salto no Aeroclube Amazonas por 30 dias. 


A portaria foi publicada no site da confederação, nesta sexta-feira (22).


Na ocasião, durante a forte chuva, um grupo saltou de paraquedas no Aeroclube de Manaus, na região Centro-Sul. Quatro deles perderam o controle e foram levados pelo vento. Após o acidente, dois homens foram resgatados, uma jovem de 26 anos morreu e um paraquedista continua desaparecido.


De acordo com a portaria da CBPq, a decisão ocorre até a finalização do Relatório de Investigação do Acidente - RELIA. A Confederação diz ainda que recolheu depoimentos a respeito da ocorrência do dia 15 de abril e que destinará recursos financeiros para auxiliar as buscas ao paraquedista que continua desaparecido.

Nenhum comentário