Últimas

“Melzinho do amor” batizado com Viagra e Cialis é apreendido pela polícia

Os policiais explicaram que o produto é comercializado com a promessa de causar excitação nas mulheres e ereções prolongadas nos homens




Dois homens foram presos, nesta terça-feira (26), por equipes da Seção de Repressão às Drogas (SRD), da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), enquanto transportavam 36 caixas do estimulante sexual conhecido como “melzinho do amor”, na Rodoviária Interestadual de Brasília. Foram apreendidos quase 500 sachês da substância; cada um é equivalente ao consumo de quatro comprimidos do remédio conhecido como Viagra.


De acordo com as investigações, o produto, proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), está longe de ser feito à base de produtos naturais. O melzinho teria sido batizado com princípio ativo de medicamentos como Viagra e Cialis. Ambos são remédios usados para tratar problemas de ereção.


Os policiais explicaram que o produto é comercializado com a promessa de causar excitação nas mulheres e ereções prolongadas nos homens. Por conta dos efeitos, muitos jovens são os principais consumidores do melzinho do amor. Contudo, de acordo com as apurações, os efeitos adversos da substância são desconhecidos, razão pela qual sua comercialização é proibida.


Os indiciados foram autuados no artigo 273 do Código Penal, cuja pena é de 10 a 15 anos de reclusão. Após os procedimentos legais, os autores seguiram para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE), onde aguardaram audiência de custódia. Trata-se da 1ª apreensão desta substância no Distrito Federal.






*Com informações Metropoles 

Nenhum comentário