Últimas

Professor de escola pública é acusado de assediar 25 alunas em Manaus

Manaus/AM – Ao menos 25 estudantes da Escola Estadual Hilda de Azevedo Tribuzy, localizada no bairro Cidade Nova,  na Zona Norte, estão denunciando um professor por assédio sexual.

Segundo as vítimas, o homem stalkeia os perfis delas nas redes sociais, envia mensagens com teor erótico e já chegou a tocar nas partes íntimas delas dentro da sala de aula.

As denúncias vieram à tona e ganharam força após duas menores usarem uma rede social para denunciar o professor. A partir da postagem, várias outras vítimas foram surgindo com relatos bastante semelhantes.

Uma delas afirma que o professor viu alguns stories em seu perfil no Instagram e escreveu uma mensagem chamando-a de “gostosa” e dizendo que estava sentindo “tesão por ela”. Outra afirma que o homem costumava “se esfregar nela e em outros colegas” dentro da instituição e uma das vítimas chega a dizer que o homem apertou sua nádega.

Os relatos das jovens dão conta de que a situação já ocorre há mais de 1 ano e que é de conhecimento da direção da escola, mas nenhuma providência foi tomada.

Nenhum comentário