Últimas

Ricardo Nicolau defende mais direitos para pacientes com câncer e passe livre no transporte coletivo intermunicipal do Amazonas

A ideia é ampliar os direitos sociais da pessoa com câncer e evitar que pacientes interrompam o tratamento devido ao custo do transporte.

O deputado estadual Ricardo Nicolau (Solidariedade) defende a ampliação dos direitos sociais da pessoa com câncer e propõe o Passe Livre a pacientes oncológicos no transporte coletivo intermunicipal em ônibus e em barcos que transportam passageiros para o interior do Amazonas. A medida está prevista no Projeto de Lei (PL) nº 53/2022 em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) que, se aprovada, valerá para todo o Estado. 

“Muitos pacientes com câncer que moram no interior do Amazonas precisam vir à capital para realizarem tratamentos e consultas, em especial, na Fundação Cecon. O problema é que muitos deles esbarram nos altos preços das passagens, desistindo do tratamento por falta de dinheiro”, ressalta.

Ricardo Nicolau destacou que a interrupção do tratamento oncológico representa sérios riscos ao paciente. “Em alguns casos, desistir do tratamento pode fazer com que a doença avance para o óbito. Essa lei pode salvar vidas e por isso ela é importante”, destaca o autor do PL.

De acordo com a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), 700 mulheres são diagnosticadas com câncer do colo do útero por ano no Amazonas, o que faz o estado liderar o ranking nacional de casos da doença. Esse tipo de câncer é considerado pela medicina 100% evitável.

No ano passado, Ricardo Nicolau destinou R$ 3,2 milhões para a construção e equipagem do Centro Avançado de Prevenção ao Câncer do Colo do Útero (Cepcolu) na FCecon. Além disso, mais R$ 4,6 milhões foram destinados, neste ano, pelo parlamentar a todas as 62 cidades do Amazonas para a realização de exames ginecológicos preventivos.


Câncer infantil

O parlamentar também é autor do Projeto de Lei 03/2022 que prevê a Campanha de Conscientização e Incentivo ao diagnóstico precoce do retinoblastoma no Estado, conhecido como câncer infantil. O retinoblastoma é um tumor maligno que se desenvolve na retina e pode ser hereditário ou não. 

A doença pode se manifestar nos primeiros anos de vida das crianças e afetar os dois olhos ou apenas um deles. Ricardo Nicolau ressalta a importância do diagnóstico precoce para aumentar as chances de cura. 

“É uma triste realidade termos um índice tão significativo de casos de câncer infantil. Só no Amazonas, nos últimos dois anos, foram mais de 150 registrados em crianças nos primeiros meses de vida. Felizmente, sabemos que as chances de cura chegam a 80% quando o diagnóstico é feito de forma precoce, se atentando logo aos sintomas e realizando o acompanhamento necessário”, finaliza.

Foto: Marcelo Cadilhe 

Nenhum comentário