Últimas

IRPF 2022: Mais de 234 mil já entregaram a declaração no Amazonas

Prazo termina dia 31 de maio  




 

Até as 8h de hoje, 02/05, 234.303 contribuintes entregaram a declaração em todo o estado do Amazonas, o que corresponde a 59,8% do esperado que é de 392.031 declarações. Já na 2ª Região Fiscal, que é composta pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, 971.641 contribuintes cumpriram a obrigação Federal. 



Tem multa se entregar depois do prazo? 

 

A Receita Federal cobra multa de quem está obrigada a entregar a declaração não fizer até o fim do prazo. 

 

O valor da multa é de 1% ao mês, sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74. 

 

A multa é gerada no momento da entrega da declaração e a notificação de lançamento fica junto com o recibo de entrega. Você terá 30 (trinta) dias para pagar a multa. Após este prazo, começam a correr juros de mora (taxa Selic). 

 

O DARF da multa pode ser emitida pelo programa do imposto de renda ou pelo e-CAC, na opção Meu Imposto de Renda. 

 

Para as declarações com direito à restituição, se a multa não for paga dentro do vencimento, ela será deduzida (descontada), com os respectivos acréscimos legais (juros), do valor do imposto a ser restituído. Mas se você não concorda com a multa, ou seja, considera que entregou a declaração dentro do prazo, por exemplo, ou entende que a multa não é devida por algum outro motivo, você pode apresentar, dentro dos 30 (trinta) dias do vencimento, uma impugnação (defesa). 

Nenhum comentário