Últimas

Juíza é achada morta dentro de carro; corpo tem marca de tiro

Marido, também juiz, levou corpo para delegacia. Ele presta depoimento em Belém, onde o caso é investigado




Um crime está repercutindo em todo o país. A juíza Mônica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira foi encontrada morta nesta terça-feira (17), em Belém (PA). 


O corpo estava dentro do carro do marido, no estacionamento do condomínio no bairro de Nazaré, no centro de Belém. Segundo a polícia, a magistrada tinha uma perfuração por arma de fogo no peito.


O que tem chamado atenção é o fato de que o cadáver foi encontrado pelo marido, o juiz João Augusto Figueiredo de Oliveira Júnior, no início da manhã, que ao em vez de acionar a polícia levou o corpo até a sede da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, no bairro do São Brás. Ele presta depoimento à polícia nesta terça.


Mônica residia em Campina Grande, na Paraíba, e periodicamente ia ao Pará para visitar o marido. Eles haviam se casado em julho do ano passado. A paraibana atuava no Rio Grande do Norte.


Mônica Andrade era juíza na cidade de Martins.

Nenhum comentário