Últimas

Com novas escolas, Governo do Amazonas abriu vagas para mais de 14 mil estudantes na rede estadual

Foram inaugurados dez Centros Educacionais pelo governador Wilson Lima em três anos e meio



O Governo do Amazonas criou 14 mil vagas na rede pública estadual de ensino, desde 2019, com a abertura e reativação de novas escolas estaduais. Nesse período, o governador Wilson Lima inaugurou 11 unidades de ensino, sendo nove Centros Educacionais de Tempo Integral (Cetis), e reabriu as portas de cinco escolas que estavam fechadas e com obras abandonadas por outras gestões.


De acordo com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc), a maior parte das vagas foi aberta na educação de tempo integral. Das 14 mil criadas, cerca de 9 mil foram para as salas de aula de Ceti’s. Outros 5 mil novos alunos foram inseridos em duas novas escolas de ensino regular e cinco escolas estaduais reativadas, entre 2021 e 2022.


Em Manaus, foi reativada a Escola Estadual de Tempo Integral (Eeti) Maria Arminda, no bairro Coroado, zona leste da capital, e a Escola Estadual Rosina Ferreira, no bairro Alvorada, zona oeste. As duas unidades de ensino abriram as portas para o ano letivo de 2022.




Maior estrutura física da educação básica do Amazonas, o Ceti Dariana Correa Lopes foi inaugurado no ano passado no conjunto Viver Melhor, bairro Lago Azul, zona norte de Manaus, facilitando a vida dos moradores da área, que antes tinham de se deslocar para bairros mais distantes.


“É a primeira vez estudando em uma escola de tempo integral e que eu moro perto, antigamente eu estudava no São Jorge. Tem alunos que não gostam muito de ir para a escola, porque elas não proporcionam tantas coisas interessantes, e essa daqui proporciona até demais”, disse o estudante Levi Castro, 17 anos, que faz o segundo ano do ensino médio no Ceti Dariana Correa Lopes.

Além do Ceti, a capital ganhou ainda as Escolas Estaduais Rofran Belchior e Terezinha Almeida, na zona leste e oeste, respectivamente. As duas unidades representam atendimento a mais de 1,5 mil estudantes.


No interior, no município de Careiro da Várzea (distante 25 km de Manaus), houve a reativação da Escola Estadual Tibúrcio Alves Mogeiro. Já em Tabatinga (a 1.108 km da capital), foram reativadas as Escolas Estaduais Indígenas Elécia Campos e Belém do Solimões.


Novas escolas


O Ceti José de Araújo Rodrigues foi a décima primeira escola a ser entregue e se tornou a unidade de ensino referência no Ensino Médio do município de Codajás (a 240 quilômetros de Manaus).


Dedicada integralmente à modalidade, o Ceti vai atingir, aproximadamente, 1 mil estudantes, e inicia suas atividades na terra do açaí como uma oportunidade de formar profissionais capacitados, que visam contribuir com o crescimento do município.


Quatro mil novas vagas


Até o final de 2022, outras quatro mil vagas serão abertas com a inauguração de novos Cetis em quatro municípios. Em junho, o Governo do Amazonas vai entregar escolas de tempo integral em Eirunepé (distante 1.160 km de Manaus) e Tabatinga (a 1,108 km da capital). Em julho, será a vez de Boca do Acre (distante 1.028 de Manaus) receber uma nova unidade de ensino. No segundo semestre, o Ceti de Fonte Boa(distante 678 km de Manaus) será entregue.


Novas Escolas Estaduais



2019


Escola Estadual Rofran Belchior, em Manaus


Ceti Professor Aristélio Sabino de Oliveira, em Benjamin Constant


Ceti Agostinho Ernesto de Almeida, em Lábrea


Ceti Professora Rosária Marinho Paes, em Nova Olinda do Norte



2020


Ceti Maria Eva dos Santos, em Presidente Figueiredo



*2021*


Ceti Professora Maria Adelaide Marinho Hortência, no Careiro Castanho


Ceti Professor Calixto Ribeiro, em São Paulo de Olivença


Ceti Hélio Bessa, em Tefé


Ceti Dariana Correa Lopes, em Manaus


 

2022


Escola Estadual Terezinha Almeida, em Manaus


Ceti José de Araújo Rodrigues


 

Escolas estaduais reativadas

 

Escola Estadual de Tempo Integral (Eeti) Maria Arminda, no Coroado, zona leste de Manaus;


Escola Estadual Rosina Ferreira, no Alvorada, zona oeste de Manaus;


Escola Estadual Tibúrcio Alves Mogeiro, Careiro da Várzea;


Escola Estadual Indígena Elécia Campos, Tabatinga;


Escola Estadual Indígena Belém do Solimões, Tabatinga;



*Escolas com inauguração para 2022*


● Ceti Eirunepé - previsão de entrega junho de 2022


● Ceti Tabatinga - previsão de entrega junho de 2022


● Ceti Boca do Acre - previsão de entrega julho de 2022


● Ceti Fonte Boa - 2º semestre



FOTO:  Queiroz

Nenhum comentário