Últimas

“É muito triste ser tratado como um criminoso”, declara Gusttavo Lima

Com shows milionários cancelados, sertanejo ameaça deixar os palcos e provoca rebuliço entre os fãs nas redes sociais 



Na última semana, Gusttavo Lima ameaçou encerrar a carreira como cantor após polêmicas que resultaram em shows milionários cancelados, contratos sob suspeita e cachês criticados. O Domingo Espetacular fez a cobertura completa do caso que repercutiu em todo o país. 


“É muito triste a gente ser esculhambado, ser tratado como se fosse um criminoso, como se fosse um bandido”, desabafou o sertanejo. 


Além de todos esses problemas, o cantor enfrenta também um processo por causa de uma música. “Não sei o porquê de tanto ódio, o porquê de tanta perseguição”, disse Lima.


O sertanejo fez uma live em suas redes sociais para desabafar, mas assustou os fãs ao cogitar a possibilidade de desistir dos palcos: “Muitas inverdades sobre o meu nome, sobre a minha carreira. Algo que nos frustra bastante, que deixa a gente machucado emocionalmente. Eu juro para vocês que eu estou cansado, cara. Estou a ponto de jogar a toalha”.


Aos 32 anos, Gusttavo Lima tem uma fortuna estimada em R$ 350 milhões. Grande parte da renda vem dos shows que ele faz pelo Brasil e outros países, já que o cachê do cantor pode ultrapassar R$ 1 milhão.


Os contratos das apresentações do sertanejo foram fechados com algumas prefeituras de cidades pequenas, que estariam deixando de investir em saúde e educação.


A situação provocou indignação do público, mas Lima rebateu: “Não é porque é uma prefeitura que eu vou deixar de cobrar o meu valor, né? Até porque eu tenho conta para pagar, eu tenho funcionário para pagar”.


O caso chamou atenção do Ministério Público de vários municípios.





*R7

Nenhum comentário