Últimas

Ex-vereador 'Zé do Pó' é suspeito de atirar em vizinho

Vítima foi baleada nas costas e mesmo ferida pulou no Rio  e conseguiu nadar até a outra margem



O ex vereador, Flávio Furtuoso, de 35 anos, conhecido pelo apelido de Zé do Pó, é suspeito e atirar nas costas de um vizinho, de 35 anos, no sábado a noite (11). Segundo a Polícia Militar, o crime teria ocorrido às margens do Rio Paraobepa, em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Mesmo ferido, o homem contou à PM que pulou no rio para se salvar e conseguiu nadar até a outra margem, que já pertence ao município de Mario Campos, também na Grande BH. 


A vitima disse à PM, que estava de carona no carro do Zé do Pó, que o chamou para ajudar a limpar sua propriedade. No meio do caminho, Furtuoso parou o carro em uma estrada, dizendo que precisava defecar e que iria até a beira do rio. Porém, assim que desembarcou do banco do carona e deu alguns passos, a vítima tomou um tiro nas costas que saiu no peito.


Logo que chegou ao outro lado do Rio Paraopeba, a vítima se deixou às margens da BR-040 e começou a gritar por socorro. O homem foi socorrido pela Polícia Militar até a UPA de Brumadinho e após os primeiros-socorros foi transferido, consciente, para o Hospital Regional de Betim. Ele alegou desconhecer o motivo de ter sido baleado.

Contou aos policiais que antes do ocorrido estava em um bar em São Joaquim de Bicas, que depois ele e Zé do pó entraram em um utilitário Splinter de cor branca em direção a sítio de propriedade do ex-vereador, onde foi chamado para limpar e fazer uma cerca.


A PM foi até ao imóvel do ex-vereador e conversaram com a mulher dele, que contou que o marido havia acabado de chegar do trabalho, onde faz o transporte de funcionários de uma empresa de fabricação de plástico, com a Spinter. O veículo estava na garagem da casa, mas a mulher disse não saber onde o marido teria ido.


Zé do Pó' foi eleito vereador em São Joaquim de Bicas para a Legislatura de 2017 à 2020. Ele teve 403 votos com filiação pelo DEM. 

Nenhum comentário