Últimas

Neta é presa suspeita de atear fogo em casa e matar avó de 91 anos em Iranduba



Uma mulher de 36 anos foi presa em flagrante suspeita de atear fogo na casa onde morava com a avó de 91 anos, na tarde desta segunda-feira (13). A idosa morreu carbonizada durante o incêndio na rua sete, do bairro Nova Veneza, no distrito de Cacau Pirêra, em Iranduba.


De acordo com delegado do Posto de Policiamento Integrado (PPI) de Cacau Pirêra, Orlando Amaral, a suspeita foi presa em flagrante no terreno da residência, com um isqueiro.


"Ela não conseguiu se expressar bem porque aparentava ter um distúrbio metal. Pegamos ela dentro da casa com um isqueiro na mão", disse o delegado ao g1.

Ainda segundo Orlando Amaral, a mulher revelou aos policias que queimou a idosa "porque ela pediu para morrer".


Além da suspeita e da idosa, outra neta morava na residência com o marido. O casal não estava na casa no momento do incêndio.


A mulher passará por exames para confirmar se ela possui problemas neurológicos. Enquanto o laudo não sai, a mulher seguirá presa pelo crime.


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) realizou a perícia na casa e o Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo.

Nenhum comentário