Últimas

Wilson Lima inaugura novos restaurantes e cozinhas populares Prato Cheio em Lábrea e Manicoré

 


Com os novos espaços, chega a 16 o número de municípios atendidos com alimentação de qualidade para a população vulnerável

O governador Wilson Lima inaugurou, nesta terça-feira (14/06), mais duas unidades do programa Prato Cheio nos municípios de Lábrea e Manicoré (a 702 e 332 quilômetros de Manaus, respectivamente). Com os novos espaços no Sul do Amazonas, chega a 16 o número de municípios do interior que dispõem do serviço voltado para garantir a segurança alimentar de pessoas em situação de vulnerabilidade. 

O programa Prato Cheio é administrado pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) e Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (Aadesam).

“Mais uma unidade do restaurante popular que nós entregamos no interior do estado. Isso é importante para garantir segurança alimentar daqueles que mais necessitam. Se você observar nesses restaurantes há uma grande quantidade de crianças, idosos, e eu estou trabalhando para que ninguém nesse estado tenha que passar fome”, afirmou o governador Wilson Lima. 

Em Lábrea, o local funcionará na modalidade cozinha popular, servindo 400 litros de sopa por dia, de segunda-feira a sábado, atendendo a população em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional. No município de Manicoré, a modalidade será restaurante popular com 400 refeições por dia, de segunda-feira a sexta-feira, servidas pelo valor simbólico de R$ 1. 

A assessora da Seas e do programa Prato Cheio, Vanessa Andrade, destacou que o espaço em Lábrea atenderá tanto moradores do município quanto de comunidades próximas.  “Esse ponto foi escolhido por ser um ponto estratégico e acaba que atende toda a população de Lábrea, todas as comunidades ribeirinhas. Hoje mesmo estivemos em alguns bairros periféricos de Lábrea e são pessoas que estão precisando muito, famílias enormes, e o projeto Prato Cheio vai ajudar muito essa população”.

Em Manicoré, o autônomo Justino Soares, de 54 anos, aprovou a iniciativa do Governo do Estado.  “Vai alimentar muitas famílias, principalmente famílias carentes. Tem muita gente que precisa. Está aprovado”.

Prato Cheio - O Governo do Amazonas já implantou, desde o ano passado, 16 unidades do Prato Cheio no interior do estado. Receberam restaurantes populares os municípios de Manacapuru, Autazes, Itacoatiara, Tefé, Barreirinha, Parintins, Humaitá, Presidente Figueiredo e Manicoré. Rio Preto da Eva, Tabatinga, Maués, Iranduba, Borba, Careiro Castanho e, agora, Lábrea ganharam uma cozinha popular. 

Manaus conta com 11 unidades do programa. Ao todo, o estado possui 27 unidades do Prato Cheio. O público prioritário atendido diariamente pelo equipamento público de segurança alimentar são pessoas que se encontram em situação de extrema pobreza, pobreza e baixa renda, além de desempregados, pessoas em situação de rua e pessoas com deficiência.

Fotos: Tácio Melo/Secom

Nenhum comentário