Últimas

Corecon-AM elege três personalidades a honrarias da economia do ano de 2022



O Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM) elegeu nesta semana, durante 11ª reunião plenária, os três escolhidos as comendas mais importantes do conselho, que são concedidas todos os anos. Em 2022, os escolhidos são: o superintendente do Banco da Amazônia (Basa), Esmar Manter Dutra do Prado como ‘Personalidade do Ano’; o economista Osíris M. De Araújo Silva como ‘Destaque do Ano’ e o economista Francisco de Assis Mourão Junior como ‘Economista do Ano’. 

As honrarias têm como base uma análise pela excelência por parte de cada indicado em trabalhos e assuntos econômicos na atualidade. Essa iniciativa do Corecon-AM é um reconhecimento a economistas que atuam nos mais diferentes campos da profissão, engajados em atividades dos setores privado ou público, academia ou profissionais autônomos, no Amazonas, e que tenham se destacado por sua contribuição no fortalecimento do desenvolvimento econômico regional ou nacional, por meio de análises críticas e inovadoras sobre assuntos relevantes e de interesse público. 

O prêmio de ‘Personalidade do Ano’ foi concedido ao advogado Esmar Manter Dutra do Prado, superintendente do Basa de Roraima e Amazonas. Esmar é graduado em Direito pela Faculdade Cathedral em Boa Vista - RR, empregado de carreira do Banco da Amazônia há 21 anos, e profissional certificado com CPA 20 pela Anbima. Atuou como gerente-geral de agências por 10 anos e, atualmente, também é Conselheiro Titular do Sebrae no Amazonas e Roraima e Conselheiro Suplente do CAS da Suframa. 


Esmar 


“Eu recebo com muita felicidade essa homenagem. Eu sou funcionário de carreira há 21 anos no Banco da Amazônia e nesse período tivemos grande missões desenvolvidas no banco, e dentro dos nossos objetivos alcançados temos como parceiros os economistas que atuam conosco pelo desenvolvimento econômico da região. Com isso, conseguimos implantar de maneira assertiva e prática várias melhorias à sociedade”, afirmou.

A comenda de ‘Destaque do Ano’, foi concedida ao economista Osíris M. De Araújo Silva, que também é consultor empresarial, colunista e autor de vários livros relevantes para o desenvolvimento regional. Ele é também membro do Inst. Geográfico e Hist. do Amazonas, do GEEA do Inpa.


Osíris


“Ao ser homenageado pelo conselho e os colegas de minha classe profissional, sinto-me evidentemente honrado e reconhecido pelo trabalho que desenvolvo há 53 anos no setor, de importância transcendental para nossa economia”, disse Osíris. 

Como ‘Economista do Ano’ foi eleito o economista Francisco de Assis Mourão Junior, que é formado no Centro Universitário do Norte - UNINORTE / LAUREATE Universities (2008), também Mestre em Engenharia de Processos pela Universidade Federal do Pará - UFPA.  Mourão também é consultor Econômico na  CM Consultoria Econômica, professor da Universidade Nilton Lins nos cursos de Graduação e Pós-Graduação presenciais e EAD.

Mourão Jr 

“Fico muito feliz com essa homenagem, até me emociono. Na minha carreira, eu sempre tive a preocupação desde a época que eu me formei em prol da minha classe, de aproximar os economistas e ao mesmo tempo trabalhar em prol da sociedade. Essa visão eu sempre me preocupei, inclusive nas salas de aula, ministrando aulas no curso de economia na universidade”, agradeceu. 

De acordo com o presidente do Corecon-AM, Marcus Evangelista, as duas comendas de ‘Economista do Ano’ e ‘Destaque do Ano’ são destinadas a honrar profissionais economistas que são registrados no conselho e que desenvolvem relevantes serviços prestados ao desenvolvimento econômico do Amazonas. Já a comenda ‘Personalidade do Ano’, segundo ele, é uma premiação nova aprovada e criada pela atual gestão para homenagear profissionais que não são economistas, mas que tiveram o papel de grande importância para a atividade econômica no Estado. “Neste ano o nome Esmar Prado foi escolhido em unanimidade entre os conselheiros titulares. E é uma satisfação muito grande poder homenagear o superintendente do Banco da Amazônia que tem um trabalho brilhante na sua gestão frente a um banco de muita importância para a economia do estado do Amazonas”, explicou Marcus. 

Segundo Marcus Evangelista, as premiações vão ocorrer em mês de agosto durante a ‘Semana do Economista’, que terá uma extensa programação.

Nenhum comentário