Últimas

Suposto estuprador é brutalmente executado no AM

Jacó era foragido da Justiça e tinha passagem pela polícia por roubo, estupro e furto




Jackson de Souza Silva, 28, conhecido como “Jacó”, foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (04). O crime ocorreu na Gleba de Vila Amazônia, zona rural do município de Parintins (distante 369 km da capital Amazonense).


De acordo com informações, Jacó, estaria envolvido em um estupro contra uma jovem. Ele teria amarrado mãos e pés da vítima e a violentado. 


 Essa ação teria causando a revolta dos moradores da localidade. O investigador da Polícia Civil José Maria Castro ainda não tem confirmação do caso  e irá investigar.


Conforme apurado,  há mais de 35 perfurações no corpo de Jackson, na região da cabeça e das pernas. Ele teria sido executado possivelmente com uma espingarda calibre 12”, falou.


Jacó era foragido da Justiça e tinha passagem pela polícia por roubo, estupro e furto e era considerado de alta periculosidade. O corpo se encontra no Instituto Médico Legal do município, onde passa por procedimentos legais. A Polícia Civil deve investigar o caso.

Nenhum comentário