Aconteceu!

Parceria entre Ipem-AM e Procon-AM, Espaço do Consumidor é inaugurado na zona centro-sul de Manaus

Local está funcionando na unidade do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) do Parque 10, com atendimentos dos dois órgãos

Foi inaugurado, nesta sexta-feira (31/07), o ‘Espaço do Consumidor’ no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), no Parque 10, zona centro-sul de Manaus. A ideia do espaço é disponibilizar, em um só lugar, ao público em geral serviços oferecidos pelo Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM) e pelo Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM), além de canais de denúncia em benefício dos consumidores. 

Os atendimentos serão oferecidos de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no PAC, que funciona no shopping Parque 10 Mall e é coordenado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) juntamente com outros nove PACs espalhados por diferentes zonas da capital. 

Por meio da inauguração do ‘Espaço do Consumidor’, pretende-se aumentar a descentralização, na capital, dos serviços oferecidos pelos órgãos de maneira a facilitar o acesso dos consumidores a seus direitos e alcançar maior cobertura da população atendida. 

“O Procon-AM oferecerá praticamente todos os seus serviços nessa unidade, apenas não oferecerá o serviço de conciliação, que nós fazemos dentro da sede do Procon, mas registros de reclamação e denúncias poderão ser feitos, o que é muito bom para o consumidor porque ele vai ter uma segunda opção, um segundo local”, afirmou o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe. 

Já o Ipem-AM prestará orientações aos consumidores sobre a medição de hidrômetros e medidores de energia elétrica, bem como, atenderá reclamações e denúncias, principalmente, relacionadas a produtos abaixo do peso, sem a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), e combustível.

“Existem muitas reclamações em relação ao valor das contas de medidor de energia, de hidrômetro, e a partir de agora, o consumidor vai vir aqui, no espaço, fazer a denúncia e o Ipem vai realizar a perícia desses equipamentos e emitir o laudo oficial. A partir do momento que o Ipem realiza a perícia e identifica que há uma fraude no medidor, automaticamente o consumidor tem que ser ressarcido pela concessionária e caso haja dificuldade, o Procon já está no mesmo ambiente para solucionar e resguardar os seus direitos", explicou o diretor-presidente do Ipem-AM, Marcos André Brito. 

Fotos: Roberto Carlos/Secom

Nenhum comentário