Últimas

Bancada feminina na Aleam é histórica, mas a jornada por igualdade na política é longa

 


Ao longo de 169 anos de existência, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vive um momento histórico com o aumento da representatividade feminina que atualmente conta com cinco deputadas estaduais: Therezinha Ruiz (PSDB), Nejmi Aziz (PSD), Alessandra Campêlo (MDB), Dra. Mayara (PP) e Joana Darc (PL).


O início da 19ª legislatura com quatro deputadas já apresentou mudança significativa no quadro da Casa, que na legislatura anterior contava apenas com a deputada Alessandra Campêlo como representante feminina, e ganhou um reforço a mais com a posse da deputada estadual Nejmi Aziz, em janeiro desse ano.


Historicamente, a composição da Assembleia teve, no máximo, duas mulheres nas últimas 18 legislaturas, havendo várias vezes em que nenhum cargo de parlamentar era ocupado por uma única mulher.


A deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), que é presidente da Comissão da Mulher, Famílias e do Idoso, lembrou de quando entrou no Parlamento como única mulher entre os 24 deputados durante quatro anos, mas já incluindo na pauta de Projeto de Lei (PL), a defesa dos direitos das mulheres, especialmente o combate à violência. “Quando fui eleita deputada pela primeira vez, em 2014, fui a única parlamentar mulher eleita. Eram 23 homens e apenas eu como deputada. Naquele momento, eu era a única voz das mulheres”, frisou a deputada.


Therezinha Ruiz (PSDB) também já foi a única mulher deputada na 16ª legislatura (entre 2007-2011) e retornou ao parlamento em 2018, em uma configuração bem diferente. Para ela, as mulheres não podem desanimar com as dificuldades do meio político. “É preciso enfrentar esse desafio de adentrar na política. As mulheres precisam romper o tabu de que não têm oportunidade, que o número é pequeno, porque se elas não se filiarem a partidos e enfrentarem uma eleição a nível estadual, que é muito mais difícil que no nível municipal, a realidade nunca vai mudar. E é ótimo nós termos aqui mais mulheres. Pela primeira vez a Assembleia tem cinco mulheres que enfrentaram essas dificuldades. Isso traz uma sensibilidade por parte dos políticos, com atenção diferenciada pelo olhar das mulheres e, consequentemente, uma maior integração desta sensibilidade também nos políticos homens, em atenção às mulheres, às crianças e aos idosos”, citou.


Para a deputada Nejmi Aziz é motivo de honra fazer parte de um marco histórico para a política amazonense. “Sinto-me honrada de poder contribuir para um marco na Assembleia Legislativa que é de somar juntamente com minhas colegas deputadas, desta legislatura, um número de deputadas nunca visto no parlamento amazonense. Isso transmite uma mensagem da população que há uma necessidade de maior representatividade feminina na política do estado. Como presidente da Comissão de Assistência Social e Trabalho estamos mobilizando e sensibilizando a iniciativa privada que já tem dado uma contribuição no combate ao coronavírus, transmissor da Covid-19, somando-se aos esforços do Governo do Estado”, afirmou.



Diretoria de Comunicação da Aleam


Foto: Danillo Mello


 


Nenhum comentário