Últimas

Polícia prende dois por furto e receptação e apreende uma tonelada de metal e cobre, avaliada em R$ 40 mil


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), deflagrou, na terça-feira (09/03), ação policial que resultou no cumprimento de mandados de prisão temporária em nome de Cleiton Sousa Lima, de 47 anos, e Geanderson Silva Feitosa, 28, por envolvimento no furto qualificado de materiais do tipo metal e alumínio, das dependências da empresa onde eles trabalhavam no Polo Industrial de Manaus (PIM).

Ao longo da ação, as equipes apreenderam, em uma outra empresa do mesmo ramo, uma tonelada de cobre, avaliada em mais de R$ 40 mil, com possível procedência de cabos telefônicos e de internet furtados pela capital amazonense.


De acordo com o delegado Aldeney Goes, titular da Especializada, no dia 3 de março deste ano, representantes de uma empresa atuante no ramo de compra e exportação de material de reciclagem registraram um Boletim de Ocorrência (BO) na DERFD sobre furtos de materiais do tipo metal alumínio, ocorridos naquela empresa.

Iniciamos as investigações e constatamos que Cleiton, que era controlador de frota da empresa, em conjunto com outro funcionário, Geanderson, haviam montado um esquema para desviar o material, que era vendido para sucatarias de Manaus”, detalhou o delegado Aldeney.


Com base nisso, a autoridade policial solicitou à Justiça pelo mandado de prisão temporária em nome deles, e a ordem judicial foi expedida pela juíza Eline Paixão e Silva Gurgel do Amaral Pinto, juíza de direito da Central de Inquéritos.

O delegado Aldeney Goes explicou que foram cumpridos mandados de busca e apreensão para apurar o desvio de cerca de 10 toneladas de resíduos de alumínio da empresa vítima, avaliados em mais de R$ 80 mil, mas nada foi localizado.

Porém, durante a mesma operação, em uma outra empresa, os policiais encontraram uma tonelada de cobre, avaliada em mais de R$ 40 mil, provavelmente pertencente a empresas de telefonia de Manaus.

Em relação a este tipo de furto, vale ressaltar que, além de causar grandes prejuízos para as empresas deste ramo, ainda há o prejuízo à comunidade local pela interrupção dos serviços de telefonia e internet, o que tem acontecido com certa frequência, e estamos atuando fortemente no combate a este delito”, destacou Goes.

Cleiton e Geanderson irão responder pelos crimes de furto qualificado e receptação. Após os procedimentos cabíveis na Especializada, eles foram encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.

Nenhum comentário