Últimas

Durante missa padre revela está apaixonado e deixa igreja

 


No último domingo (11), o padre Riccardo Ceccobelli, 41 anos, sacerdote da diocese de Todi, na província de Perugia, região central da Itália, surpreendeu os fiéis ao anunciar durante uma missa que iria pendurar a batina “por amor”.


Não posso deixar de continuar a ser consistente, transparente e correto como sempre fui até agora. Mas meu coração está apaixonado. Quero tentar viver este amor sem o sublimar, sem o retirar”, disse o padre a seu superior, o bispo Gualtiero Sigismondi, segundo um comunicado da diocese.


O religioso deu uma entrevista nesta terça-feira (13), foi suspenso do serviço e iniciou os trâmites para voltar ao estado laico, ou seja, ser um cidadão comum.


Agradeço a dom Riccardo por todo serviço prestado até agora. E, em primeiro lugar, envio-lhe meus mais sinceros votos para que esta decisão, tomada em plena liberdade, como ele mesmo me disse, garanta-lhe paz e serenidade”, declarou o bispo Sigismondi.


O padre Riccardo Ceccobelli disse que a decisão foi muito difícil, porque ama e respeita a Igreja.


O padre de 42 anos de idade dedicou metade da sua vida à Igreja Católica, mas, não sendo possível compatibilizar o sacerdócio com a constituição de família, optou pelo amor a Laura. 


O meu coração apaixonou-se. Nunca traí as promessas que fiz, mas quero tentar viver esse amor. Não consigo ser coerente, transparente e correto com a Igreja como tenho sido até agora”, ressaltou.

Nenhum comentário