Últimas

Vereador ‘TikTok’ é cancelado e vira alvo na comissão de Ética da Câmara Municipal em Manaus


A Comissão de Ética da Câmara Municipal de Manaus (CMM) informou que apura a conduta do vereador William Alemão (Cidadania), após a divulgação de um vídeo em que ele ensaia a coreografia da “Dança do Carpinteiro” em seu gabinete parlamentar, no Paço dos Manaós 


https://globoplay.globo.com/v/9466391/



Na publicação, Alemão aparece ao lado de dois funcionários ensaiando a dança, que está viralizando nas redes sociais. A comissão deve se reunir esta semana para avaliar se houve quebra de decoro parlamentar por parte do vereador.


A informação foi divulgada pela presidente da Comissão de Ética da Casa, vereadora Glória Carratte (PL), nesta segunda-feira (26), após William Alemão ter pedido formalmente desculpas ao parlamento, pelo comportamento, durante discurso na tribuna do plenário Adriano Jorge.


"Essa semana, em um pequeno intervalo entre agenda, na hora do almoço, eu aproveitei e fiz o vídeo dançando ali e teve uma repercussão muito grande. Nunca passou pela minha cabeça o esporro de desrespeitar a Câmara Municipal de Manaus. Então, vou aqui fazer o meu pedido de desculpas formalmente à vocês", disse o vereador.


Glória Carratte disse que, pessoalmente, não vê no gesto do vereador gravidade suficiente para uma punição mais severa, como a perda de mandato, por exemplo. Entretanto, acredita que William Alemão deva ser advertido, para dar uma satisfação para a sociedade.


É o nosso dever, como representante do povo e autoridade constituída, ter uma postura diferenciada. Mas, como é ele é jovem, está no seu primeiro mandato, cabe a nós, com mais experiência de parlamento, e até de vida, aconselhar, orientar e conversar. Nós estamos aqui pra isso”, disse Carratte.


De acordo com Gloria Carratte ainda nesta terça-feira (27) a Comissão de Ética deve definir a data da reunião para tratar sobre o assunto. Além da vereadora, fazem parte da comissão, os vereadores Diego Afonso (PSL), Jaildo Oliveira (PCdoB), Everton Assis (PSL), Elan Alencar (Pros), Sassá da Construção Civil (PT) e Marcel Alexandre (Podemos).

Com informações:g1.globo 

Nenhum comentário