Últimas

Familiares de Lázaro criticam polícia: “Por que não atiraram m nas pernas dele?


O serial killer Lázaro Barbosa, que morreu nesta última segunda-feira (28) após confrontar com a polícia em Goiás, será enterrado ao lado do túmulo do irmão dele, em um cemitério de Edilândia, distrito de Cocalzinho de Goiás.


A família decidiu não levar o corpo para a Bahia, onde mora a mãe do maníaco. Informações preliminares apontam que o enterro vai depender de vínculos políticos que familiares possuem com alguns vereadores da região.


Em entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, da Record TV, a tia e a viúva do assassino criticaram a força-tarefa policial.


Eu acho que atiraram nele demais. Não precisava de tudo aquilo, gente. Por que não deram um tiro ou dois tiros nas pernas para que ele se entregasse, se recuperasse e depois explicasse o que fez ou deixou de fazer? Foi muito cruel o que fizeram com ele. […] Pra que metralhar daquele jeito? Não precisava”, disse a tia.


“Se eles quisessem realmente prender o Lázaro, eles teriam dado um jeito de dar um tiro na mão que estava a arma, dar um tiro nas pernas para ele não correr, mas aconteceu o que aconteceu. […] Temos que pedir a Deus forças pelo nosso menino ter partido da pior forma”, declarou a viúva.


REPERCUSSÃO


s declarações da tia e da viúva de Lázaro não foram bem recebidas pelos mais de 13 mil comentários no vídeo da entrevista no YouTube.


“Sei que elas perderam um ente delas. Mas respeitem as verdadeiras vítimas. Lázaro não é vítima”, escreveu a usuária Ana Vieira.


“Como sempre a família defendendo os vagabundos perigosos. Elas falam como se ele fosse um inocente. Me poupe, viu!”, registrou a internauta Veridiana Uchoa.

“Se o Lázaro tivesse matado sua família você teria pena dele porque os policiais mataram ele? Ou você só defende porque não foi a sua?”, escreveu a conta Bordan Tarso.


“Matou, estuprou e ainda defendem. Em nenhum momento citam a família inteira que foi morta, é como se todos que ele matou fossem irrelevantes. […] É uma inversão de valores absurda. […] Parabéns à polícia. Agora o infeliz está queimando no inferno”, disse o perfil Scarlet Green.


VERDADEIRAS VÍTIMAS


Após serem informados da morte de Lázaro Barbosa, os advogados da família Vidal, vítima da chacina ocorrida no dia 9 de junho, estiveram na base de operações da força-tarefa.


De acordo com Fábio Alves, um dos representantes da defesa, os parentes receberam a informação com muito alívio.


Para ele, há várias possibilidades pela motivação dos crimes. “Briga por terras, crimes cometidos para comprar áreas mais baratas, vingança. Tudo isso vai ser apurado para um desfecho da polícia”, declarou.


AINDA NÃO TERMINOU


“As investigações não acabam aqui. Ainda temos pessoas para investigar e prender. Agora, sai a força intensiva e fica o trabalho investigativo. Vamos até descobrir todos os envolvidos”, afirmou o secretário de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO), Rodney Miranda. Segundo ele, Lázaro foi atingido por pelo menos 38 disparos e tinha R$ 4,4 mil em seu bolso.





Fonte: conexaopolitica

Nenhum comentário