Últimas

Operação “Repiquete” prende dupla envolvida em organização criminosa em Guajará

Polícia Militar do Amazonas atua em conjunto com a PM do Acre

 

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM), por meio dos militares do 9º Grupamento de Polícia Militar (GPM), atuam desde o início da manhã desta quarta-feira (07) em apoio à Operação Repiquete, deflagrada pela Polícia Militar do Acre em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) daquele estado.

 

A ação teve por objetivo efetuar a prisão de líderes de uma organização criminosa com atuação nacional, e que especificamente, agem em cidades acreanas localizadas na divisa com o Amazonas, bem como, na cidade amazonense de Guajará (distante 1.476 quilômetros de Manaus). Um homem de 21 anos foi detido e um adolescente apreendido com 177 porções de entorpecentes.

 

Por volta de 6h, as equipes militares do 9º GPM, durante os trabalhos de cumprimento aos mandados de prisão, busca e apreensão, detiveram um jovem de 21 anos e apreenderam um adolescente de 14, na rua Ayrton Senna, em posse de 76 porções de substâncias entorpecentes com aspecto de maconha, uma barra com peso aproximado de 250 gramas do mesmo tipo, uma pedra de 19 gramas com semelhança a cocaína, 40 porções do mesmo tipo, 61 papelotes também com características de maconha, um valor de R$ 10, um aparelho celular, e uma balança digital.

 

A dupla foi conduzida com o ilícito apreendido para a delegacia de Guajará para a conclusão dos procedimentos legais e cabíveis.

 

Operação Repiquete - O nome faz referência aos movimentos da cheia repentina após a vazante dos rios e remonta à continuidade dos trabalhos executados pelo Gaeco e PM acreanos, depois da deflagração de outras operações de grande vultuosidade na região, ocorridas neste ano.

 

Durante seis meses de investigações, membros da organização criminosa foram identificados como líderes e responsáveis pelo tráfico de drogas em regiões do estado vizinho e na região da calha do Juruá no sudoeste do estado, em funções no grupo denominadas de “Conselheiros Rotativos”, “Frentes de Bairro” e “Referências”.

 

Ao todo, foram mobilizados cerca de 60 policiais militares dos dois estados, além de servidores dos Ministérios Públicos do Acre e Amazonas. São cumpridos em seis cidades acreanas e em Guajará, um total de 51 mandados judiciais, dos quais 15 de busca e apreensão e 36 de prisão preventiva.

 


FOTO: Divulgação/PMAM

Nenhum comentário