Últimas

Polícia Civil divulga imagem de suspeito de integrar organização responsável por aplicar golpes de estelionato

 


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio das Delegacias Especializadas em Repressão à Crimes Cibernéticos (Dercc) e em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), solicita a colaboração da população na divulgação da imagem de Donis Monteiro Ferreira, 22, conhecido como ‘Cego’, apontado como um dos participantes de uma organização criminosa suspeita de aplicar golpes milionários no Banco do Brasil (BB).

 

De acordo com o delegado Heron Ferreira, titular da Dercc, nesta terça-feira (06/07) as equipes das Especializadas coordenadas pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), em ação conjunta com a Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), deflagraram a operação ‘Aliquam’, resultando na prisão de cinco membros da organização da qual Donis faz parte. A ação ocorreu na capital e no município de Manacapuru (distante 68 quilômetros em linha reta de Manaus).

 

Conforme a autoridade policial, os criminosos cooptavam ‘laranjas’, sendo pessoas humildes, com a proposta de dividir os valores coletados. Eles usavam o aplicativo do banco para solicitar empréstimos, e repartiam o valor com os ‘laranjas’. O delegado afirmou que Donis agia cooptando essas pessoas.

 

“As investigações apontam que a organização criminosa causou um prejuízo para o Banco do Brasil entre R$ 300 mil e 500 mil. Por isso, contamos com a colaboração da população na divulgação da imagem deste jovem que foi visto pela última vez na residência dele, em Manacapuru”, disse a autoridade policial.

 

O pedido de prisão preventiva do indivíduo foi expedido no dia 29 de junho deste ano, pelo juiz James Oliveira dos Santos, da Comarca de Manacapuru.

 

Disque-denúncia – Quem tiver informações sobre o paradeiro de Donis Monteiro Ferreira, conhecido como ‘Cego’, pode entrar em contato pelo 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

 

FOTO: Divulgação/PC-AM.

Nenhum comentário