Últimas

Prefeitura busca parceria para excelência em gestão pública com Escola de Contas do TCE

 



Manaus- Um projeto-piloto para oferecer cursos de gestão e controle de contratos públicos foi uma das pautas tratadas em reunião, nesta segunda-feira, (5), entre a Prefeitura de Manaus e o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM).

 

Participaram do encontro o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), engenheiro Carlos Valente, a diretora-geral da Escola de Contas Públicas do Amazonas (ECP-AM), Virna Pereira, e o membro do Conselho Municipal de Gestão Estratégica (CMGE), Célio Bernardo Guedes.

 

Segundo Carlos Valente, com a expertise da ECP-AM em formação, elaboração e execução de programas de treinamento e desenvolvimento, sendo um centro de excelência na formação de servidores públicos, inicialmente equipes do Implurb e da ECP vão verificar quais cursos disponíveis na plataforma podem se enquadrar nas necessidades da autarquia para iniciar treinamentos preparatórios enquanto a versão customizada é construída.

 

Carlos Valente ressaltou que o Implurb tem uma série de atribuições novas e o pensamento é desenvolver seus quadros técnicos para aprimorar a gestão nos contratos e fiscalização de obras relacionadas com a autarquia.

 

“Neste sentido, por determinação do prefeito David Almeida, procuramos a escola do TCE para desenvolver um projeto onde se possa qualificar melhor o servidor público do Implurb e de outras secretarias envolvidas nas áreas afins. E agora o Implurb e TCE começam a alinhar esse projeto-piloto para construir um curso de qualificação profissional, visando que as contas do instituto e da própria Prefeitura de Manaus, ao chegarem ao TCE, já estejam equalizadas e devidamente orientadas”, explicou.

 

Para Virna Pereira, a reunião com o Implurb serviu para otimizar e viabilizar um curso de obras e de gestão públicas de forma que a autarquia possa avançar qualitativamente na gestão. “Nas próximas tratativas vamos verificar pedagogicamente o curso que será customizado, exatamente para o seu público, e a partir daí buscar formatação para treinar o público-alvo de modo que fique apto a trabalhar com melhor qualidade na função diária”, salientou.

 

Para a diretora da ECP-AM, além de procurar a boa qualidade nos processos, buscar o órgão mostra a boa fé do gestor, para que trabalhe seus servidores com melhor excelência nos procedimentos. “Todos ganham. Ganha o município, o Tribunal de Contas e principalmente a sociedade, em ver os processos elaborados de forma correta e a coisa pública ser tratada com cuidado”, comentou.

 

“Na Escola de Contas, a conselheira Yara Lins preza por essa referência. Nos orienta, como maestrina da escola, a seguir esse caminho, de orientar para o caráter pedagógico que o TCE tem, de forma que a sociedade em geral seja, com certeza, beneficiada”, disse Virna Pereira.

 

A parceria entre Prefeitura de Manaus, via Implurb, com instituições é sinal de sinergia e pela busca por melhores desempenhos, diz o membro do CMGE, Célio Guedes: “Buscamos otimizar as atividades do poder público. Um dos pilares do prefeito David Almeida é de ter uma gestão muito mais eficiente, construindo parcerias”, ressaltou.

 

A Escola de Contas é referência em promover formação, aperfeiçoamento e especialização dos quadros da administração pública e demais agentes interessados, incluindo ciclos de conferência, simpósios, seminários, palestras, entre outras estratégias educacionais.

Entre suas especializações, a ECP promove ainda cursos em nível de pós-graduação lato sensu e stricto sensu.

 

 


Fotos: Divulgação 


*Com informações assessoria 

Nenhum comentário