Últimas

Mutirão alcança mais de 72 mil vacinados e postos de imunização seguem abertos até as 18h deste domingo

 


Manaus|AM- Cumprindo o "viradão" de 33 horas de vacinação sem intervalo, o sambódromo, a Arena da Amazônia e o Centro de Convenções Vasco Vasques seguem abertos até as 18h deste domingo, (29), recebendo o público que vai completar o esquema vacinal contra a Covid-19 e os que têm 12 anos ou mais e ainda não receberam a primeira dose. 


O atendimento especial faz parte da intensificação da vacinação de segunda dose, promovida neste fim de semana pela Prefeitura de Manaus, em parceria do Governo do Amazonas.  Desde as 9h de sábado, 28/8, foram aplicadas mais de 72 mil doses de vacina.

 

No primeiro dia de ação, além dos três pontos de atendimento em sistema de "viradão", outros 36 pontos coordenados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) permaneceram abertos até as 16h e, juntos, vacinaram 60.618 pessoas em todas as zonas geográficas da capital. Neste domingo, da 0h até as 12h30, foram mais 11.705 pessoas. Do total de doses aplicadas até o momento, 55.737 foram segundas doses e 16.586 primeiras doses.  

 

O empresário Flávio Souza foi um dos que aproveitaram a manhã de domingo para completar seu esquema vacinal. Ele foi até o sambódromo dirigindo o Fusca de estimação e garantiu estar satisfeito com a mobilização para acelerar a vacinação na capital. 


"Estou vindo de coração me vacinar. Eu gosto de domingo dar esse passeio de carro antigo, então decidi vir com o fusquinha e digo que, para mim, é muito gratificante estar aqui”. Flávio ainda deixou um recado aos que ainda não compareceram para tomar a segunda dose. "Venham se vacinar, não tenham medo, porque precisamos acabar com essa pandemia de vez”. 

 

Neuma Pereira, profissional de Tecnologia da Informação, também foi ao sambódromo logo cedo tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Ela classificou a intensificação da vacinação de segunda dose como "muito importante para salvar vidas". Neuma contou que perdeu muitas pessoas amadas e disse esperar que as pessoas deixem, em breve, de sentir essa dor. 


“Quem ainda não veio deve vir se vacinar e fazer a sua parte para que, daqui a pouco, quem sabe, todos possamos estar juntos de novo". Ela disse estar muito emocionada e com um misto de contentamento e tristeza por quem não pôde se vacinar, “mas feliz por ter conseguido chegar aqui”. 

 

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, disse que a adesão do público à vacinação de segunda dose neste fim de semana está dentro da expectativa e que a Semsa já está finalizando o calendário de atendimento para a semana que se inicia. 


“A orientação do prefeito David Almeida é que a gente dê continuidade à sensibilização das pessoas ainda não vacinadas e que adote sempre estratégias para facilitar o acesso à vacina, principalmente dos que residem em bairros mais distantes da área central da cidade”, explicou.

 

Shádia disse que, além de vacinar mais cedo os que receberam o imunizante AstraZeneca, que teve o intervalo entre doses reduzido de 84 para 56 dias, a intensificação já mostra impacto significativo no número de pessoas em atraso com a segunda dose. Dados da Semsa, atualizados na manhã deste domingo, indicam que a quantidade dos que já ultrapassaram os prazos iniciais para completar seu esquema vacinal caiu de aproximadamente 40 mil, registrados na última sexta-feira, para 28 mil. 

 

“Manaus é uma das cidades com menor percentual de pessoas atrasadas para a segunda dose, mesmo assim nossa intenção é reduzir ao mínimo possível a quantidade dos que não voltam aos postos”, observou a secretária, ressaltando que esses são números dinâmicos, já que, diariamente, pessoas alcançam o prazo para se vacinar com a segunda dose e outras recebem a primeira. 

 

Shádia acrescentou que, com a ameaça da variante Delta, já identificada em Manaus, o município vai continuar reforçando o trabalho para garantir que todos completem a imunização contra a Covid. “É preciso lembrar que apenas com as duas doses é que se completa o esquema de proteção contra as formas graves da doença”, reforçou.

 

Documentos 

 

Quem for aos pontos de vacinação nesta tarde de domingo deve lembrar de levar os documentos obrigatórios à vacinação: para a segunda dose, o documento de identificação original com foto, CPF e a carteira de vacinação, com o registro da primeira dose; e para a primeira dose, além desses,  o comprovante de residência, com cópia. 

 

Quem for adolescente só será vacinado se acompanhado de um responsável maior de 18 anos. Os documentos são mesmos, sendo que, se que se não tiver documento de identidade, pode apresentar a certidão de nascimento; e se não tiver CPF, pode levar o Cartão Nacional do SUS.

 

A Semsa orienta que todos tenham feito previamente o cadastro no Imuniza Manaus. Para isso, basta acessar o https://imuniza.manaus.am.gov.br, acessar a opção “Cadastro do Cidadão” e informar os dados pessoais solicitados. 

 

Pontos abertos neste domingo até as 18 horas:

 

Sambódromo

Avenida Pedro Teixeira, 2.565 - Dom Pedro

Somente para drive-thru

 

Arena da Amazônia

Avenida Constantino Nery, 5.001 - Flores (Acesso pela rua Jornalista Flaviano Limongi)

Somente para drive-thru

 

Centro de Convenções Vasco Vasques

Avenida Constantino Nery, 5.001 - Flores

Somente para pedestre

 


 

*com informações assessoria 

Nenhum comentário