Últimas

Polícia Civil deflagra operação e prende integrantes de grupo criminoso responsável por roubo de veículos

Foram apreendidos veículos, armas de fogo e documentos falsificados e cerca de R$ 7 mil

 

A Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), com o apoio do Departamento de Polícia do Interior (DPI), deflagrou operação policial, na manhã desta quinta-feira (05/08), e prendeu nove pessoas envolvidas em um grupo criminoso, responsável pelo roubo e revenda de veículos em Manaus e em municípios do estado. As prisões ocorreram em bairros das zonas norte e sul da capital, e no município de Japurá (a 744 quilômetros de Manaus).

 

No total, ao longo da operação, foram cumpridos oito mandados de prisão temporária, oito mandados de busca e apreensão e uma prisão em flagrante. Também foram apreendidos quatro veículos, duas armas de calibre 38, 14 aparelhos celulares, vários documentos falsificados e material para a confecção deles, além de aproximadamente R$ 7 mil em espécie.

 

Foram presos André da Silva Barbosa, 23, conhecido como ‘Torinho’, em Japurá; Atauvan da Costa Araújo, 49; Cleoton dos Santos Muraiare, 35; Dayvison da Silva Moraes, 32; Fábio André de Oliveira Lucena, 46, ‘Fabão’; Natália Cavalcante de Aquino Hayden, 28; William Rocha Bezerra, 33, ‘Sombra’ e Yago César do Nascimento, 28. Além da prisão em flagrante de Wagner Farias de Sena, 27, em posse de documentos falsificados.

 

Conforme o delegado Aldeney Goes, titular da DERFV, a operação de hoje é resultado do trabalho de investigação da delegacia especializada, que apurou a subtração de veículos de locadoras ou financiados com documentos falsos. Os veículos eram adulterados e comercializados pelos criminosos em Manaus e outras cidades do interior.

 


“A operação teve como objetivo coibir as atividades do grupo criminoso e obter elementos que possam levar a outros integrantes. Os veículos que apreendemos hoje eram utilizados em pagamento de drogas e ouro obtidos de maneira ilegal”, explicou Aldeney.

 

Procedimentos – As nove pessoas irão responder pelos crimes de apropriação indébita, adulteração de sinal identificador de veículo, falsificação documental, estelionato e associação criminosa. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, todos serão encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.

 

FOTO: Erlon Rodrigues e Divulgação/PC-AM

 


Nenhum comentário