Últimas

Presidente da Comissão de Educação da Aleam se torna madrinha de projeto de educação em Manaus


A deputada estadual professora Therezinha Ruiz (PSDB) presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Amazonas (Coed/Aleam), participou do lançamento de um pacote com programas e projetos para a educação básica da prefeitura de Manaus, nesta terça-feira (31/08), realizado no auditório da prefeitura, no bairro Compensa, zona Oeste. Na ocasião, ela foi apresentada como madrinha de um dos projetos, chamado “Movimentes”. 


Os programas lançados visam melhorar a gestão escolar e ajudar os alunos com dificuldade no processo de ensino e aprendizagem. Ao todo, são dez programas e projetos, apresentados durante o 1º workshop coordenado pela Subsecretaria de Gestão Educacional (SGE), Departamento de Gestão Educacional (Dege), Divisão de Apoio a Gestão Escolar (Dage).


São vários programas que envolvem questões importantes, como evitar evasão de alunos, e envolve educadores, alunos, pais. Vai cada vez mais motivar toda a comunidade escolar com vistas à melhoria da qualidade da educação em nossa cidade”, destacou Therezinha Ruiz.


Além de empresas e instituições parceiras, que ajudarão no desenvolvimento das atividades, os projetos contarão com profissionais de educação física, nutricionistas, psicólogos, pedagogos, fonoaudiólogos e assistentes sociais. Segundo o Secretário Municipal de Educação, Pauderney Avelino, os programas trabalham a transversalidade e extrapolam questões pedagógicas. “A ideia é que eles aconteçam em todas as escolas que estão com ensino 100% presencial”, explicou ele.


Madrinha do Projeto Movimentes


Durante o evento, a deputada Therezinha Ruiz foi nomeada madrinha do Projeto Movimentes, que trabalha por meio da psicomotricidade as habilidades cognitivas da escrita, leitura e cálculo. A professora Viviane Figueiredo, coordenadora do Projeto Movimentes, explica que o foco dele é auxiliar alunos do terceiro ano do ensino fundamental I.


É um projeto de intervenção motora que trabalha os conteúdos de sala de aula na prática da atividade da educação física. Vamos utilizar Língua Portuguesa e Matemática na quadra, nesse processo de alfabetização, para ajudar aquele aluno que está com dificuldade na aprendizagem, para que ninguém fique pra trás”, ressaltou a coordenadora.

Nenhum comentário